10 áreas onde a Samsung atua e você não sabia

Até julho deste ano, eles são o 14.º edifício mais alto do mundo, com 452 metros
A Samsung não iniciou como empresa de tecnologia, mas sim do ramo alimentício, sabia? Confira essa e outras curiosidades sobre sua história

Quem não conhece a Samsung? A empresa sul-coreana é um conglomerado multinacional localizado em Seoul que contém inúmeros ramos de atuação.

Mais famosa atualmente no mercado tecnológico, a Samsung é a empresa que mais vende smartphones no mundo, segundo levantamento da IDC. Em 2018, por exemplo, sua fatia no mercado chegou a 20,9%.

São mais de 300 mil funcionários espalhados globo e uma receita que supera a casa dos 200 bilhões de dólares, representando 19.6% do PIB da Coreia do Sul.

O aniversário de 50 anos no mercado da Samsung aconteceu no último dia primeiro de novembro, mas mesmo assim decidimos explorar um pouco mais sobre a marca e seus ramos de atuação. O interessante é que a divisão de produtos eletrônicos pela qual é mais conhecida só surgiu em 1969!

No início, Samsung e eletrônicos não tinham “nada a ver”

Samsung em 1938, quando ainda era do ramo de alimentos
Samsung em 1938, quando ainda era do ramo de alimentos

Em 1938, o fundador da Samsung, Byung Chull Lee, iniciou um pequeno negócio focado na exportação de peixes e frutos do mar típicos da Coreia para países próximos, como a China e Japão. Nesta época, a loja ficava em Taegu, uma das maiores cidades da Coreia do Sul. Na época, o país já não estava mais sob o domínio japonês e era um dos países agrícolas mais pobres do mundo.

Não demorou muito para que a pequena empresa se tornasse uma das mais influentes para a Coreia, ajudando a diminuir a escassez se produtos no país. Com o negócio bem-sucedido, vieram os primeiros funcionários, assim como as primeiras máquinas. No longo prazo, Lee passou a atuar em diversos ramos, como venda de fertilizantes e seguro de vida. Em 1947, foi fundada a Companhia de Comércio Samsung em Seul.

Três anos depois, em 1950, houve a Guerra da Coreia e a Samsung quase veio a falência, mas conseguiu se reerguer após o fechamento de uma parceria com uma empresa local. Pela primeira vez, o nome Samsung Corporation havia sido adotado. No final da década de 50 a Samsung já havia se tornado a maior empresa sem subsidiários.

Samsung iniciou nos eletrônicos como produtora de TV
Iniciou nos eletrônicos como produtora de TV

Com o crescimento na década de 60, a Samsung começou a investir na indústria química e eletrônico, que na época ainda não era tão desenvolvido. Primeiramente, a ideia original era ser apenas “mais um” ramo de atuação com o início da venda de televisores. Entretanto, já em 1975 a Samsung Electronics se tornava uma das fabricantes de televisão líder da Coreia do Sul, com o lançamento da Econo-TV.

Devido ao grande sucesso, vieram outras sub-divisões, como a Electro-Mechanics, Semiconductor e Telecommunications. Cada uma delas focadas em artigos para o lar, como geladeiras, máquinas de lavar, microondas, fogões, condicionadores de ar e soluções para o transporte público.

Morte de seu fundador e Samsung no planeta inteiro

Byung Chull Lee
Fundador da Samsung faleceu em 1987

Byung-Chull Lee morreu de causas naturais em 1987, com a Samsung entrando no ranking de companhias mais avançadas em fabricação de semicondutores. A década foi marcada pela implementação de institutos de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias.

Quem sucedeu a liderança da empresa foi seu filho, Lee Kun-Hee, que está na presidência da Samsung até hoje. Seguindo os passos de seu pai, Hee quis ser mais audacioso e expandiu os negócios a nível global, já que até então, os produtos da Samsung ficavam restritos ao mercado asiático.

Lee Kun Hee é o presidente da Samsung desde a morte de seu pai em 1987
Lee Kun Hee é o presidente da Samsung desde a morte de seu pai em 1987

Para isso, ele reestruturou a empresa e passou a focar nos negócios mais lucrativos, em especial o segmento de tecnologia. A parte alimentícia, que representava as raízes da Samsung, foi encerrada nessa época.

Chegando os anos 90 se iniciou muitos produtos que vemos até os dias de hoje, incluindo a primeira TV LCD do mundo, que foi lançada em 1995; houve a produção de mais de 10 milhões de robôs industriais e a expansão de seu mercado mais conhecido: os celulares.

Conquistando o número 1 no mundo

Em 1992, a empresa conquistou, pela primeira vez, o ranking de principal produtora de chips de memória, assim como a segunda maior desenvolvedora, perdendo apenas para a Intel.

No mercado mobile, no qual atualmente é líder isolado, a empresa conquistou o posto de maior produtora de telefonia móvel em unidades vendidas em 2012, superando a Nokia, que era a líder de mercado desde 1998.

Ramos inusitados de atuação

Agora que você já sabe da história, sabia que a Samsung investe em alguns mercados que não fazemos ideia? Confira os mais inusitados abaixo:

Roupas

A Cheil Industries é uma afiliada da Samsung Group no mercado de roupas. É a maior da Coreia do Sul
A Cheil Industries é uma afiliada da Samsung Group no mercado de roupas. É uma das maiores da Coreia do Sul

A companhia tem uma subsidiária chamada Cheil Industries, que é uma das maiores produtoras de roupas da Coreia do Sul.

Futebol

Suwom Samsung Bluewings
O time faz parte da K-Classic League, nome mais conhecido da primeira liga coreana

Há um time sul-coreano chamado Suwom Samsung Bluewings, que é clube da primeira divisão da liga coreana.

Helicópteros, Tanques, Navios

A divisão Samsung Techwin fabrica desde 1987 helicópteros tanto comerciais quanto militares, sendo uma divisão que engloba também a Samsung Aerospace Industries.

Há equipamentos bélicos, como tanques de guerra, e fabricações de motores para aviões, helicópteros e navios. Curiosamente, a empresa é gigante também neste último segmento, sendo a segunda maior fabricante do mundo.

Samsung também é uma das maiores produtoras de navios do mundo
Samsung também é uma das maiores produtoras de navios do mundo

Edifícios

Uma outra divisão da Samsung é a C&T Corporation, que é uma construtora. Foi fundada em 1938 como empresa controladora do Samsung Group para se envolver em operações de vendas no exterior. Desde 1995, concentra-se amplamente em projetos globais de engenharia e construção, comércio e investimento, moda e resorts.

Diversos prédios ao redor do mundo foram desenvolvidos por ela, incluindo o Petronas Twin Towers, na Malásia; Taipei 101, em Taiwan, sendo o quarto e o terceiro maior prédio do mundo, respectivamente.

Até julho deste ano, eles são o 14.º edifício mais alto do mundo, com 452 metros
Até julho deste ano, eles são o 14.º edifício mais alto do mundo, com 452 metros

Outros ramos

A empresa também possui uma agência de publicidade e propaganda e também é operadora de cartão de crédito e fundos de investimento da Coreia do Sul.

Um dos principais parques da Coreia do Sul é a Everland Resort que, desde 1976, é propriedade do grupo sul-coreano.

Everland Resort é o maior parque temático da Coreia do Sul
Everland Resort é o maior parque temático da Coreia do Sul

Além disso, a sul-coreana tem participação em diversas outras empresas conhecidas, incluindo 9,6% da Seagat; 3% da Sharp; 5% da Wacon; 19,9% da Renault; 4,19% da Rambus; 10% da Pantech; 10% da Korea Aerospace Industries; e 7,4% da Corning.

Você conhecia essa parte da Samsung que não vemos todos dias? Deixe nos comentários se você conhece outra área inusitada de atuação de uma das maiores empresas do mundo!

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: