Logo do youtube shorts

Como transformar um vídeo longo em YouTube Shorts

Avatar of victor pacheco
Nova funcionalidade do aplicativo foi liberada para todos os usuários e permite que vídeos antigos sejam reaproveitados como YouTube Shorts

Lançado no Brasil em junho de 2021, os YouTube Shorts, como o nome indica, são pequenos vídeos curtos que podem ser assistidos em modo vertical por quem usa a plataforma de vídeos do Google. A novidade foi lançada como uma alternativa para manter os usuários no site em meio ao sucesso do Tik Tok e o conceito é praticamente o mesmo.

Hoje (29), a funcionalidade de rápida criação de conteúdo ganhou uma nova ferramenta: os antigos vídeos publicados no formato tradicional agora podem ser transformados em YouTube Shorts sem a necessidade de uma reedição no software profissional. Saiba como fazer isso agora mesmo.

Criando seu YouTube Shorts

Além da possibilidade de criar um vídeo do zero, o Google permite que um conteúdo antigo, que fez sucesso em seu canal, seja reaproveitado e ainda impulsionado pelo algoritmo da plataforma.

A empresa ressalta que todas as pessoas que tiverem o aplicativo atualizado já podem fazer o uso do novo recurso. As capturas de tela abaixo foram criadas com a versão 17.28.34 do aplicativo para Android, mas também está disponível para quem usa iOS.

Passo 1: após de atualizar seu aplicativo, basta abri-lo e em seguida fazer o login, caso sua conta ainda não esteja conectada. Agora, basta clicar em Biblioteca e em seguida, em Seus vídeos. Você também pode acessar seu canal ao clicar na foto de perfil localizada no canto superior direito.

Primeira etapa para criação de um youtube shorts
Primeiro, você precisa acessar sua Biblioteca no aplicativo do YouTube (Captura de tela: Victor Pacheco/Showmetech)

Passo 2: Agora, selecione o vídeo que será transformado em YouTube Shorts, e abaixo do nome, basta clicar no botão Criar. Um pop-up será aparecerá na tela e você precisará apenas clicar em Editar para um Short.

Criação de conteúdo por meio de novo recurso do youtube
Edição pode ser feita diretamente no smartphone (Captura de tela: Bruno Martinez/Showmetech)

Passo 3: o próximo passo requer apenas que você faça o corte do conteúdo que será transformado em um conteúdo, que pode ter no máximo 60 segundos. Também é possível colocar texto, filtros e selecionar a opção de timeline que o conteúdo será exibido. Quando finalizar, basta clicar em Concluído.

Edição de conteúdo para postagem em canal no youtube
Após fazer os cortes, você pode colocar legendas, filtros e mais (Captura de tela: Victor Pacheco/Showmetech)

Caso seu corte não atinja o limite de 60 segundos, é possível fazer uma nova gravação com a câmera do smartphone para que seu novo vídeo fique ainda mais completo.

Passo 4: assim que tudo estiver finalizado, basta fazer a configuração final, colocando legenda, hashtags e demais detalhes que são característicos de suas postagens. Abaixo disso, um indicativo citando que o vídeo foi criado de um conteúdo longo aparecerá para seus espectadores.

Criação de conteúdo semelhante ao tik tok
Vídeo recortado é sinalizado para usuários (Captura de tela: Reprodução/Tech Crunch)

Viu como é fácil?

Vale a pena investir em vídeos curtos?

Para responder essa pergunta, basta olhar o sucesso do Tik Tok e como ele influencia a sociedade nos últimos dois anos. Com uma base de usuários ativos que já ultrapassa o número de um milhão, diversas discussões foram criadas no “mundo real”. Um ponto positivo é os conteúdos serem curtos e geralmente não possuírem mais de um minuto de duração. Isso permite que as pessoas vejam os vídeos em diversas partes do dia.

Animação para simular vídeos curtos
Vídeos curtos estão sendo bastante optados pela geração Z (Foto: Reprodução/Internet)

Ao mesmo tempo, por mais que tenha uma alta audiência que pode ver seus conteúdos, é importante inovar e sempre investir em formatos que gerem engajamento e principalmente, seja compartilhado com outras pessoas. Um dos exemplos mais simples de como os vídeos curtos estão mudando nossa sociedade é a criação dos Reels pelo Instagram, que agora são o maior foco da rede social.

Animação para animar criação de conteúdos
É importante inovar para conseguir uma maior audiência, independente da plataforma que você esteja (Foto: Reprodução/Internet)

E estes conteúdos com menor duração influenciam o mundo da música: lembra que Envolver, da Anitta, começou a ficar popular devido às pessoas tentarem imitar o passo da cantora carioca? E muitas outras músicas também chegaram ao topo da lista de músicas mais ouvidas no mundo e países grandes devido ao sucesso em plataformas de vídeos curtos. Vale a pena investir em uma estratégia com uma série de postagens no YouTube Shorts e também no TikTok para ser mais visto por pessoas que podem ser seus seguidores.

Conseguiu criar pequenos vídeos de conteúdos que estavam em seu canal no YouTube? Diga pra gente nos comentários!

Veja também

Confira quais foram os criadores e vídeos mais assistidos no YouTube em 2021.

Fonte: Tech Crunch

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
6
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados