Qual é o café com mais cafeína: coado ou espresso?

Qual é o café com mais cafeína: coado ou espresso?

Avatar of lucas gomes
Ainda falaremos sobre o que é cafeína, suas vantagens, desvantagens, e sugerimos também alguns modelos de cafeteiras, para café espresso ou coado. Confira agora!

Café. Um produto consumido diariamente por todo o mundo. Há várias maneiras de se consumir café hoje em dia, seja coado, espresso, cappuccino… o que não falta são maneiras de servir a bebida que tanto fornece energia às pessoas. O principal elemento incluso no café, a cafeína, é que traz essa disposição que procuramos todos os dias quando acordamos. Mas você sabe em qual café consta a maior concentração de cafeína? Confira agora!

O que é cafeína?

Antes de saber qual o café com mais cafeína, temos que esclarecer o que é a cafeína de fato. Apesar de ter o nome semelhante ao do café, a cafeína não se encontra exclusivamente nessa tradicional bebida. Também é possível ingerir cafeína através de guaraná, chás (como o verde, branco ou mate) e até mesmo em alguns chocolates. A ingestão dessa substância pode ajudar bastante sua performance em atividades como trabalho, estudo, realização de exercícios físicos e também outros que requerem certo foco e atenção.

A fórmula química da cafeína é c8h10n4o2 (a título de curiosidade). Reprodução: claritycoffee
A fórmula química da cafeína é C8H10N4O2 (a título de curiosidade). Reprodução: claritycoffee

A cafeína age como estimulante no corpo humano, aumentando as capacidades de batimento cardíaco, metabolismo e inclusive dilata alguns vasos periféricos, melhorando um pouco sua circulação. Por esse motivo, principalmente, que o ser humano — inclusive uma quantidade massiva de brasileiros — consome café logo pela manhã, justamente para despertar o corpo e manter-se disposto o mais cedo possível.

Vantagens e desvantagens

Apesar de haver também, desvantagens, consumir café em suas medidas mínimas pode ser benéfico. Reprodução: health. Clevelandclinic
Apesar de haver também, desvantagens, consumir café em suas medidas mínimas pode ser benéfico. Reprodução: health.clevelandclinic

Apesar da cafeína possuir esse efeito positivo em nos despertar e estimular para enfrentar o dia, nem só benefícios ela traz para nós. Assim como qualquer outra coisa existente, consumir café pode se tornar algo não muito saudável — claro, quando não há um consumo consciente. Diante disso, vamos conferir algumas vantagens e desvantagens no consumo de café.

Vantagens

  • Aumento de energia: se tratando de um estimulante, a cafeína inclusa no café nos dá energia suficiente para, pelo menos, despertarmos depois de uma boa noite de sono;
  • Queima de gordura: a cafeína tem um nível baixo, mas considerável, de queima de calorias;
  • Nutricional: o café ainda possui outras substâncias nutricionais, como vitamina B5, riboflavina, potássio e magnésio;
  • Menor risco de desenvolver diabetes tipo 2: principalmente envolvendo aqueles que consomem a bebida sem açúcar — ou com adoçante –, o café é um dos fatores que menos envolvem o desenvolvimento da doença;
  • Previne problemas neurológicos: as chances de desenvolver doenças neurológicas como Mal de Parkinson, Mal de Alzheimer e outras doenças relacionadas à demência são reduzidas com o consumo de café;
  • Reduz chance de depressão: estudos realizados relacionando o consumo de café com depressão identificaram que mulheres que consomem pelo menos quatro xícaras de café por dia têm 20% menos chances de desenvolver depressão do que as que não tomam café;
  • Reduz o câncer: o café também foi visto como um dos elementos que se mostrou muito eficaz na luta contra o câncer, com uma resistência até 40% às pessoas que consomem a bebida.

Desvantagens

Dor de cabeça pode ser um dos efeitos colaterais mais comuns no excesso - ou abstinência - de café. Reprodução: news-medical
Dor de cabeça pode ser um dos efeitos colaterais mais comuns no excesso – ou abstinência – de café. Reprodução: news-medical

Com tantas vantagens, nem parece que o consumo de café pode ser assim tão prejudicial. Mas quando ingerido de forma exacerbada, pode sim trazer efeitos negativos que você definitivamente não vai querer. Como a cafeína é um estimulante, seu consumo em altas doses pode ocasionar problemas como ansiedade, dores de cabeça, tremores, irritabilidade, insônia e também o aumento da pressão arterial. Mas a pior consequência da ingestão diária de café é a dependência — da cafeína sentida pelo organismo — que pode ocasionar efeitos colaterais como enxaquecas ou até mesmo dores musculares, quando em estado de abstinência.

Qual é o café com mais cafeína?

E cá estamos com a pergunta que provavelmente o trouxe à matéria: qual é o café com mais cafeína? Para se consumir café, temos diversas maneiras pelas quais a bebida pode ser preparada, sendo algumas preferidas por algumas pessoas por serem métodos que deixam o café com o sabor mais forte, ou outros com o sabor não tão intenso. Neste caso, o café coado é o que contém mais cafeína, quando comparado com outros métodos de preparo.

Qual o café com mais cafeína? Sim, é ele: o café coado. Reprodução: klook
Qual o café com mais cafeína? Sim, é ele: o café coado. Reprodução: Klook

O fato do pó de café ficar por mais tempo em contato com a água oferece mais oportunidades de extração da quantidade de cafeína. Pensando no consumo brasileiro de café, uma xícara tradicional de café coado contém entre 90 mg até 100 mg de cafeína, já essa mesma xícara contendo café espresso chega a níveis entre 48 mg e 65 mg de cafeína — lembrando que esses dados são subjetivos, uma vez que fatores como temperatura e marca do café também influenciam.

Limites da cafeína ao corpo humano

Para que você não chegue a um estado prejudicial no consumo de café pelo alto nível de cafeína que foi ingerido, é necessário respeitar os limites do seu corpo. Segundo a Clínica Mayo, de renome internacional no ramo de saúde, é sugerido que haja o consumo máximo, diário, de até 400 mg de cafeína por dia. Dessa maneira, ao consumir uma xícara tradicional de café, já é possível alcançar uma boa quantidade da substância, sem a necessidade de chegar ao limite máximo sugerido.

O consumo consciente de café é o ideal, ou seja, no máximo quatro xícaras tradicionais por dia. Reprodução: gizmodo
O consumo consciente de café é o ideal, ou seja, no máximo quatro xícaras tradicionais por dia. Reprodução: Gizmodo

400 mg de cafeína é o equivalente a consumir, por exemplo, duas latas de energético; quatro xícaras de café tradicionais ou até mesmo dez latas de refrigerante. Como já foi lembrado aqui, o consumo consciente de café pode ser mais benéfico do que prejudicial, e como todas as pessoas são diferentes, apesar das recomendações, entender como seu corpo funciona também é essencial.

É possível overdose de cafeína?

Como qualquer outra substância alheia às produzidas pelo corpo, sim, é possível ter uma overdose de cafeína. De acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, a ingestão de entre 80 a 100 ml de cafeína pode ser considerada dose letal da substância. Apesar de não ser tão comum o relato de mortes por overdose de cafeína, é possível que haja esse tipo de intoxicação pelo alto consumo de energéticos, por exemplo. Os estudos atuais apontam para os raros casos de overdose de cafeína provenientes da ingestão de cafés ou chás.

Café descafeinado

E há também o público que prefira o café que não contenha a cafeína — ou pelo menos não 100% dela. O processo de descafeinar um café, ou seja, retirar grande quantidade de cafeína do café, consegue ter sucesso de até 97%, ou seja, o café descafeinado poderá conter pelo menos 3% de cafeína em sua composição, uma quantidade extremamente mínima, quando comparado a um café composto por 100% da substância.

Alternativa para quem gosta de café mas prefere consumir sem os possíveis efeitos da cafeína. Reprodução: cafespagliaroni
O café descafeinado é uma alternativa para quem gosta de café mas prefere o consumir sem os possíveis efeitos colaterais da cafeína. Reprodução: cafespagliaroni

Esse tipo de café é geralmente consumido por quem gosta do sabor da bebida, mas não quer arriscar ter de passar pelos efeitos colaterais — ou não podem sequer arriscar. Assim como há quem precise de adoçante para evitar o açúcar puro, em casos de diabetes, o café descafeinado pode ser uma sugestão para aqueles que amam tomar café, mas possuem pressão alta, evitando que o consumo de cafeína seja um gatilho para a doença.

Máquinas de café

Apesar do tradicional café coado ser o que mais mantém os níveis de cafeína, as atuais máquinas de café trazem uma opção mais rápida no preparo da bebida. Esse talvez seja o maior benefício em ter uma máquina de café, pois quem prefere o sabor oferecido pelo café coado geralmente faz questão de permanecer consumindo dessa maneira. De qualquer forma, aqui vão algumas sugestões de máquinas de café para você aproveitar sua bebidinha a qualquer momento do dia — e claro, com moderação:

Cafeteira Expresso Inissia Nespresso

Cafeteira expresso inissia nespresso, ideal para os adeptos de cafés via capsulas. Reprodução: lojas americanas
Cafeteira Expresso Inissia Nespresso, ideal para os adeptos de cafés via capsulas. Reprodução: Lojas Americanas

Essa máquina é capaz de fazer dois tipos de café, o espresso e o lungo. Geralmente leva 25 segundos para o aquecimento mais o adicional entre 10 e 15 para que o café esteja preparado e servido na xícara. Após 9 minutos, a cafeteira desliga sozinha e também conta com um modo economia de energia. A bandeja coletora de resíduos é removível, ou seja, oferece facilidade no momento de fazer a limpeza da sua máquina. Sua voltagem é de 110 Volts ou 220 Volts e ela está disponível na cor preta.

Você encontra a cafeteira Expresso Inissia Nespresso por R$ 352,80 nas Lojas Americanas.

Cafeteira Expresso Arno Dolce Gusto Mini Me

Cafeteira expresso arno dolce gusto mini me é uma outra alternativa para os amantes de café espresso oferecidos via cápsulas. Reprodução: promotop
Cafeteira Expresso Arno Dolce Gusto Mini Me é uma outra alternativa para os amantes de café espresso oferecidos via cápsulas. Reprodução: Promotop

Já a cafeteira Expresso Arno Dolce Gusto Mini Me oferece mais conforto no que tange a parte física da cafeteira, sendo ela um modelo mais compacto. Automática, ela consegue comportar até 0,8 L de água em seu reservatório, oferece produção de café quente e frio, e sua voltagem alterna entre 100 Volts ou 220 Volts. Entre os vários tipos de bebida, é possível fazer cafés espressos, chás, achocolatados, lattes e muitos outros

Você encontra a cafeteira Expresso Arno Dolce Gusto Mini Me por R$ 371,90 na Shoptime.

Cafeteira Espresso Três Corações

Cafeteira espresso três corações é mais alongada e possui um painel com botões que te auxiliam na produção do café ideal, que ficam no topo da máquina. Reprodução: amazon.
Cafeteira Espresso Três Corações é mais alongada e possui um painel com botões que te auxiliam na produção do café ideal, que ficam no topo da máquina. Reprodução: Amazon.

A cafeteira Espresso Três Corações oferece, também, uma função multibebida, que, de acordo com a empresa, consegue fazer mais de 35 variedades de bebidas, entre elas café espresso, café filtrado, chá 100% natural, chocolatto, cappuccino e outros. Os botões oferecem a dosagem de água e pressão de acordo com a quantidade desejada, entre 50 ml, 80 ml e 100 ml. Suas voltagens são de 110 Volts e 220 Volts, e a cor disponível é Carbono (algo como preto acinzentado).

Você encontra a cafeteira Espresso Três Corações por R$ 305,90 na Amazon.

Cafeteira Flavor Programável Oster

Cafeteira flavor programável oster é uma opção para os amantes de café coado. Reprodução: magazine luiza.
Cafeteira Flavor Programável Oster é uma opção para os amantes de café coado. Reprodução: Magazine Luiza.

Agora trazendo um modelo mais tradicional de cafeteira, vamos dar uma olhada na cafeteira Flavor Programável Oster. Diferente das outras que oferecem cafés apenas em unidade, essa vem com uma jarra de vidro que consegue oferecer, em sua quantidade máxima, até 12 xícaras de café com 150 ml, ou até mesmo 36 xícaras de 50 ml. Programável, o painel digital pode ser utilizado para deixar o café sempre fresco e, inclusive, com avisos sonoros de quando a bebida está pronta.

Você encontra a cafeteira Flavor Programável Oster por R$ 265,05 no Magazine Luiza.

Cafeteira Prensa Francesa Bialetti

Cafeteira prensa francesa bialetti traz toda a tradição oferecida pela produção de café italiano. Reprodução: lojas americanas.
Cafeteira Prensa Francesa Bialetti traz toda a tradição oferecida pela produção de café italiano. Reprodução: Lojas Americanas.

Agora indo para outro tipo de processamento de café, o French Press, vamos dar uma olhadinha na cafeteira Prensa Francesa Bialetti. Essa técnica, também conhecida como Prensa Francesa, é considerada por muitos uma maneira mais elegante de se consumir café, e como ele é consumido através de uma imersão no grande contato entre a água e o pó, acaba sendo um dos métodos que (também) mantém mais cafeína. O corpo do produto é composto por inox e o cilindro de vidro, pelo qual é possível acompanhar todo o processo de infusão da bebida.

Você encontra a cafeteira Prensa Francesa Bialetti por R$ 175,91 nas Lojas Americanas.

Cafeteira Italiana Bialetti Nuova Moka Express

Cafeteira italiana bialetti nuova moka express é outro modelo da empresa bialetti, porém, voltado para a produção italiana de café. Este é um dos modelos mais famosos da empresa. Reprodução: lojas americanas.
Cafeteira Italiana Bialetti Nuova Moka Express é outro modelo da empresa Bialetti, porém, voltado para a produção italiana de café. Este é um dos modelos mais famosos da empresa. Reprodução: Lojas Americanas.

Tivemos o modo francês de produzir café, agora vamos ver o italiano. A cafeteira Italiana Bialetti Nuova Moka Express tem o design completamente como a original, de 1933, oferecendo o método de café espresso italiano de preparo. Essa cafeteira, em capacidade máxima, pode oferecer até seis xícaras de café. Nessa cafeteira é necessário colocar o café no compartimento intermediário, ou seja, no filtro, e a dosagem deve ser até o limite do filtro e este não deve ser comprimido. Agora é só aguardar ferver e, posteriormente, servir.

Você encontra a cafeteira Italiana Bialetti Nuova Moka Express por R$ 259,40 nas Lojas Americanas.

Kit Café Coado Hario

Kit café coado hario é uma alternativa mais minimalista, para consumos menores de café. Reprodução: lojas americanas.
Kit Café Coado Hario é uma alternativa mais minimalista, para consumos menores de café. Reprodução: Lojas Americanas.

E, por fim, temos o Kit Café Coado Hario. Este, como o próprio nome diz, é um kit que contém um suporte em acrílico, vermelho; 40 filtros de papel natural V6002, uma colher medidora e a jarra de vidro com tampa. Ele também serve para os adeptos ao método mais tradicional de coar café, podendo servir quantidades menores de café, cerca de até cinco xícaras. Este kit é mais sugerido para ocasiões intimistas ou visitas curtas.

Você encontra o Kit Café Coado Hario por R$ 202,40 nas Lojas Americanas.

Veja também:

Ainda sobre as máquinas de café: seriam elas tecnologias modernas de luxo ou necessidade?

Fonte: NCBI e Villa Café.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados