Review: Samsung Odyssey Z – O Notebook Gamer de última geração da Samsung

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 3
A Samsung traz o Odyssey Z para corrigir as falhas das gerações anteriores. Mas será que o design e a performance é equivalente ao preço sugerido pela fabricante para o modelo?

Veja agora a análise do topo de linha dos notebooks gamers da Samsung, o Odyssey Z!

Nos últimos anos, tivemos vários lançamentos de notebooks voltados para o público gamer e a Samsung não ficou de fora. Em 2017, trouxe a primeira geração de notebook gamer com o Odyssey 2017, trazendo a placa de vídeo GeForce GTX 1050TI de 4GB memória.

Em 2018, fez um upgrade de placa de vídeo com a segunda geração do notebook gamer Odyssey 2018 com a placa de vídeo GeForce GTX 1060 com 6GB de memória, além de incluir mais memória RAM para deixar o notebook ainda mais potente.

Ambas às gerações do Odyssey passaram por análise aqui no Showmetech e incluímos pontos negativos que permaneceram sem solução nas duas gerações anteriores. Bom, pelo menos até agora.

Acabamento e Design

Diferente dos modelos 2017 e 2018, o a nova geração Odissey chega com design totalmente renovado. Desta vez, definitivamente colocamos as mãos em uma peça de acabamento único, com um corpo muito e muito mais fino para o hardware presente no modelo.

O Odyssey Z tem sua construção toda em metal e é absurdamente sólida! Não tivemos problemas em segurar o notebook com uma das mãos, e também não observamos deformações ao digitar ou usar o touchpad no dia a dia, coisa que acontecia nas gerações anteriores.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 4
Construção em metal com belíssimo acabamento

Confesso ter achado a aparência estranhíssima nas fotos logo após seu lançamento oficial, mas o sentimento foi transformado em adoração. O Odyssey Z é lindo, sua tampa tem acabamento misto de aço escovado e polido, brincando com os reflexos gerados pelo seu design.

No site da Samsung temos uma explicação gamer para esse acabamento.

Mítica armadura metálica – O Odyssey Z foi inspirado nas escamas de um lendário dragão de gelo. Com detalhes em metal, é o escudo perfeito para as suas próximas batalhas.”

A cor predominante aqui não é o Preto das gerações anteriores e sim o Prateado. E, essa cor,  está presente em sua parte inferior e também na parte interna.

Teclado e Touchpad

Falando em parte interna, temos mais uma mudança no design do Odyssey.

O teclado do Odyssey Z destaca as teclas para games
Teclado retro-iluminado em vermelho, possui controle de intensidade de luz

O Odyssey Z levou o teclado retro-iluminado em vermelho para a altura do touchpad, na parte de baixo de sua estrutura, mantendo a parte superior, mais próxima à tela, totalmente livre. O objetivo é melhorar finalmente a parte de arrefecimento do notebook.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 5
O botão Power fica em vermelho quando ligado, na parte superior central.

Não tive problemas com o teclado, só a mesma a reclamação de sempre, se é vendido no Brasil, o teclado tem que ser ABNT2, mas ele não é.

Confesso ter achado estranho e também demorei a me acostumar a acessar o touchpad no novo lugar, sempre levava a mão para baixo e não para a direita.

Para quem é canhoto, usar o touchpad nessa posição vai ser no mínimo bizarro.

Mas vamos aqui a um ponto importante. O  Odyssey Z é um notebook Gamer. Então pergunto: quem usa o touchpad para jogar? De certo todos nós iremos ligar um mouse gamer numa das portas USB e pronto!

Conectividade

Como é de costume, as laterais do Odyssey Z trazem às conexões para os periféricos.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 6
É possível ligar até 2 monitores externos usando as portas Thunderbolt3 e HDMI

Do lado esquerdo, há uma entrada para cabo de rede, uma saída HDMI, uma porta USB 2.0, uma porta USB Type-C/Thunderbolt3, um conector para fone de ouvido e microfone e entrada para o cabo de força.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 7

E, do lado direito, duas portas USB 3.0.

A porta Type-C/Thunderbolt3 presente no Samsung Odyssey Z pode ser utilizada, assim como no Samsung Style S51 Pro e Samsung Style S51 Pen, para ligar um segundo monitor com adaptador (não incluído).

Somando essa funcionalidade à porta HDMIpresente. É possível ter dois monitores secundários ligados ao notebook.

Áudio

Os alto-falantes do Samsung Odyssey Z atendem bem, embora fiquem meio abafados na parte inferior do notebook, sim, as aparências enganam, na parte superior, as ranhuras que no primeiro momento aparentam ser saídas de som, fazem parte do sistema de resfriamento do Odyssey Z.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 8

O som é claro e alto, mas deixam a desejar nos graves, isso já virou padrão em notebooks. Quer experiência imersiva? Sempre utilize fones de ouvido.

Tela

A tela IPS FullHD (1920X1080) de 15.6”, é antirreflexiva e HDR, com ótimo ângulo de visão. Achei as bordas da tela bem grandes.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 9

Mas entendo que não seria possível reduzir a mesma, afinal de contas todo o corpo também seria reduzido, e já é de se aplaudir o que a Samsung fez com o Odyssey Z, afinal ele é muito fino para o conjunto que apresenta, principalmente o conjunto gráfico.

Talvez com bordas menores, poderíamos ter um painel de 17” e não um painel de 15.6”. Mas certamente isso também alteraria o preço.

Performance e Hardware

Aqui a performance é bruta! O Odyssey Z chega com processador Intel Core i7 8750H de oitava geração, com seis núcleos de alta performance.

O ganho em performance chega a ser de mais de  25% quando comparado a um processador i7 de sétima geração. Aliado aos 24GB de memória RAM (DDR4) e placa de vídeo GeForce GTX 1060 com 6GB de RAM (DDR5) dedicada, é possível rodar praticamente qualquer jogo disponível no mercado.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 10

E, relembramos a máxima, “Se roda jogos pesados, roda qualquer coisa!”. Mas lembre-se, para que o Odyssey Z entregue toda sua potência, é necessário que ele esteja ligado a sua fonte de energia.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 11
As teclas acima do touchpad, acionam o modo silencioso e modo beast (turbo), além de permitir capturar fotos e gravar vídeos de suas gameplays

Além disso, existem teclas dedicadas para reduzir a performance do notebook e também  turbinar a performance do Odyssey Z.

Minha maior reclamação das versões anteriores foi o aquecimento demasiado na versão do Odyssey 2017 (GTX1050) e Odyssey 2018 (GTX1060).

Mas o Odyssey Z chega com um sistema de resfriamento melhorado, denominado Z AeroFlow, o notebook mantém a temperatura ideal para você sempre ter um desempenho poderoso.

Sistema de refrigeração do Odyssey Z manteve o conjunto com ótima temperatura
Odyssey Z – Z AeroFlow

Dessa vez temos a garantia de vida longa ao modelo que posso afirmar não ter aquecido tanto como seus antecessores e mesmo exigindo muito do notebook em renderização de vídeos utilizando o Adobe Premiere, não houveram gargalos.

Sobre a edição de vídeos, tive um pequeno problema, que me fez consultar o oráculo Google, pois estava achando a performance não tão boa durante a renderização de vídeos, mas descobri que devemos fazer algumas configurações no Adobe Premiere, para que ele utilize toda a potência da placa de vídeo dedicada. Provavelmente esse conteúdo irá virar um post aqui no site. Então fique ligado!

Durante os testes com jogos, busquei manter os mesmos títulos que rodei nas versões anteriores da família gamer da Samsung justamente pra ter um comparativo justo.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 12

Então Grid AutoSport, Injustice, League of Legends, Overwatch, The Crew, PUBG rodaram lisos, todos com taxa de quadros superiores a 70fps, inclui na lista o GTA e também o Assassin’s Creed Origins que mantiveram configurações no máximo com taxa de quadros superiores a 40fps.

Review: Samsung Odyssey Z - O Notebook Gamer de última geração da Samsung 13

Ainda sobre os jogos e também outros aplicativos, temos no Odyssey Z um SSD m2 de 512GB, bastante espaço, mas se não for o suficiente, existe slot adicional para outro SSD m2 de mesma capacidade, possibilitando até 1TB SSD m2!

Autonomia de Bateria

O Odyssey Z segue o mesmo padrão de todo notebook gamer, o ponto principal é a performance, então temos a autonomia de bateria como calcanhar de aquiles.

Sem rodar jogos, somente navegando e redigindo textos, tivemos autonomia de aproximada de 4 horas e 30 minutos, longe da tomada.

Para jogar e editar vídeos,  ligue seu Odyssey Z na tomada, isso garante performance máxima e mantém sua bateria sempre carregada. Jogando PUBG, por exemplo, tive que colocar o Odyssey Z na tomada com menos de 2 horas de jogo.

Considerações finais e preço

De maneira geral o Odyssey Z foi uma grata surpresa, desde o design e construção, até sua performance no dia a dia.

O grande problema é o preço. Se formos colocar na ponta do lápis o que podemos comprar com o mesmo valor do Odyssey Z, seja da própria Samsung ou outro fabricante, com as mesmas configurações, chegamos a conclusão de que é possível comprar 2 notebooks com as mesmas especificações, com exceção da memória RAM que seria de 16GB e não 24GB presente no Odyssey Z.

Não sei até que ponto, vale pagar para se ter um produto com design exclusivo e sistema de arrefecimento funcional. Mas não ter por exemplo uma tela 4K e uma placa de vídeo GeForce GTX 1070 ou GTX 1080, superior a presente no Odyssey 2018 (sim, o Odyssey Z possui a mesma placa de vídeo).

Claro que não podemos deixar de listar os notebooks gamers Odyssey de geração anterior da marca e seus respectivos preços, assim como os notebooks da linha Style que entregam performance para o dia a dia e possuem preços menores.

Fique ligado aqui no site do Showmetech pois vamos receber um notebook gamer da 2 A.M. e poderemos informar e comparar os modelos em performance e autonomia. Afinal de contas o mais importante é levar a opinião isenta com testes efetuados no dia a dia para você leitor.

Especificações

CPUIntel® Core™ i7 8750H (2.20 GHz até 4.10 GHz 9 MB L3 Cache) Intel HM370
Sistema operacionalWindows 10 Home
RAM24GB DDR4 (não é possível upgrade)
Armazenamento interno512 GB SSD PCle NVMe. Possibilidade de expansão através de segunda PCle NVMe livre.
Tamanho da exibição15.6″ FullHD LED (1920 x 1080) antirreflexiva HDR
Resolução nativa1920×1080
Placa de vídeoNVIDIA® GeForce® GTX 1060 Graphics com 6 GB GDDR5 de memória dedicada

 

Wi-fi802.11ac (2×2)
RedePlaca de rede e internet Gigabit Ethernet [10/100/1000]
BluetoothBluetooth 4.1
Conexões1 x USB tipo C, 2 x USB 3.0, 1 x USB 2.0, 1 x HDMI, Fone de ouvido / microfone, 1 x RJ45 (Rede)
Tamanho37.6 x 25.5 x 1.8 cm (compr. x larg. x esp.)
Peso2.4kg

  • 10/10
    Design - 10/10
  • 8/10
    Desempenho - 8/10
  • 8/10
    Funcionalidades - 8/10
  • 6/10
    Bateria - 6/10
  • 6/10
    Preço - 6/10
7.6/10

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via