Por quanto tempo o iPhone recebe atualizações do iOS?

Você já se perguntou por quanto tempo dura o iOS em seu iPhone? Sanamos essa sua dúvida para você

A Apple tem todo o controle do desenvolvimento de seus dispositivos e, por isso, ela oferece atualizações para o iOS em seus produtos por um período relativamente longo quando comparado ao Android.

Segundo esse gráfico disponibilizado pelo Statista, nos últimos anos a Apple tem oferecido um suporte mais longo para seus dispositivos mais antigos quando comparado aos primeiros modelos.

Quanto tempo dura as atualizações da Apple
Quanto tempo dura as atualizações da Apple? (Foto: Statista)

Chama a atenção que o recente lançamento do iOS 13 contempla o iPhone SE, lançado em 2016, contrariando os rumores de que o dispositivo não receberia uma atualização.

Também podemos ver na tabela acima que o iOS 13 estará disponível para todos os iPhones de 2015 (iPhone 6s e 6s Plus) em diante.

Duração física do iPhone

Segundo um estudo feito pelo canal ZDNet, que analisa as vendas dos produtos da Apple assim como os dispositivos ativos no mercado, a estimativa é que os iPhones, iPads e Mac tem duração, em média, de quatro anos e três meses nas mãos do consumidor.

Por ser uma estimativa geral, esse número pode variar para mais ou para menos dependendo do quão bem o usuário cuida do dispositivo, assim como o modelo que ele tem em mãos. Um iPhone, por exemplo, é trocado com mais frequência do que um iPad e um Mac.

A análise também leva em consideração o fato de que a Apple diminui o desempenho dos dispositivos com baterias antigas para evitar o desligamento repentino por não comportar toda a tecnologia que as atualizações mais recentes necessitam.

iOS 13 contempla iPhones e iPod Touches
iOS 13 contempla iPhones e iPod Touches (Foto: Apple)

iOS 13 não contempla mais o iPad

Já fizemos um artigo bem completo mostrando todos os detalhes do que o iOS 13 trará de novidades.

No entanto, é importante ressaltar que a atualização, anunciada na Apple Worldwide Developers Conference em junho, é a primeira que separa o sistema operacional dos iPads, já que este último passará a contar com um sistema próprio, o iPadOS.

A base de ambos continua sendo a mesma, mas os iPads receberão funções inéditas que vão se aproveitar do tamanho do display. Já o iOS 13 é compatível com o iPod Touch também.

Resumo das novidades do iOS 13

A Apple confirma que o sistema operacional ficou 30% mais ágil em relação ao iOS 12. Tando a abertura de apps quanto a velocidade de downloads ficara, 50% mais rápidos. Já o Face ID para os mais dispositivos mais recentes, 30% mais veloz. O iOS 13 ganhou o Modo Escuro, onde todas as opções, apps e papéis de parede passam a ter versões clara e escura. Basicamente, ele substitui as cores tradicionais para tons como preto ou cinza, deixando o visual mais elegante.

Em relação a segurança, há funções como sign in with Apple que facilitam o registro em aplicativos e personaliza permissões, sendo possível também criar um e-mail apenas para essa conta. O iOS 13 também conta com o app nativo “Find My” (Encontre meu), que combina o Find My iPhone e o Find My Friends para localizar o dispositivo móvel mesmo offline.

Já a câmera ganha tem como atualização o modo “Hi-Key”, que coloca fundos brancos nas imagens. As ferramentas de edição de foto das atualizações anteriores também servem para editar vídeos agora. O Modo retrato ganhou recursos, e os álbuns ganharam um novo layout.

O aplicativo Google Maps também é otimizado e recebe uma cobertura mais ampla e detalhada, e de novidade há o Look Around, que é semelhante ao Street View do Google, mostrando imagens reais de onde você quer em 3D. O teclado ganhou os memojis e agora os usuários poderão usar o Quickpath, que permite digitar deslizando o dedo de uma letra para a outra.

Para mais informações sobre o iOS 13, confira nossa matéria especial no link abaixo:

Por quanto tempo tempo você permanece com o seu iPhone? Deixe nos comentários.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: