Os melhores jogos com ray tracing para jogar no android

Os melhores jogos com Ray Tracing para jogar no Android

Avatar of otávio queiroz
Quer experimentar o Ray Tracing em seu dispositivo móvel? O Showmetech montou uma lista com os melhores jogos com a tecnologia para jogar no Android. Confira!

Criado pela Nvidia, o Ray Tracing é uma tecnologia que usa “traçados de raios” para criar melhores efeitos de luz, o que permite deixar os jogos mais realistas e exuberantes. Utilizada há muito tempo no cinema, foi somente com a chegada das placas de vídeo da família GeForce RTX Série 20 que a novidade também começou a ser aplicada em tempo real nos jogos.

Ganhando cada vez mais espaço no mercado graças à sua experiência aprimorada em relação ao comportamento natural da luz, a tecnologia vem sendo incorporada também em dispositivos mobile. O primeiro passo foi dado, inclusive, pela própria Nvidia, que liberou o Ray Tracing em smartphones no ano passado através da sua plataforma de streaming de jogos GeForce Now. E para quem deseja aproveitar o recurso em seu próprio celular, o Showmetech preparou esta lista com os melhores jogos com Ray Tracing para jogar no Android.

O que é Ray Tracing e como ela funciona?

O Ray Tracing é uma tecnologia que vem revolucionando a indústria dos jogos eletrônicos nos últimos anos. Com ela, é possível fazer com que as luzes, sombras e reflexos dos jogos fiquem ainda mais realistas, deixando a imagem parecida com filmes de cinema. A ideia é que, com o auxílio de Inteligência Artificial, transforme-se a sensação de olhar para a tela, fazendo com que ela torne-se o mais próximo possível da realidade.

Ray Tracing foi introduzido pela Nvidia, com sua série de placas de vídeo baseadas na arquitetura Turing, que oferecem um desempenho seis vezes maior que o de suas antecessoras, permitindo o alto processamento necessário à nova tecnologia. A Turing tem ainda a promessa dar suporte para jogos em 4K e a 60 quadros por segundo, mesmo em games mais avançados.

O que é ray tracing
Ray Tracing foi introduzido pela Nvidia com a sua série de placas de vídeo baseada na arquitetura Turing (Reprodução/Internet)

Mas e como o Ray Tracing funciona de fato? Para responder essa pergunta, é preciso compreender que, para vermos todas as imagens, é necessário a emissão de luz de alguma fonte, seja ela natural ou não. Os raios luminosos percorrem então um caminho e atingem um determinado elemento, como um objeto qualquer. A depender da textura, do material, da cor, tamanho e outras características, a trajetória é levemente afetada. Quando retorna ao olho humano, apenas uma parte daquela luminosidade de fato retorna e é percebida pelos olhos humanos, gerando a imagem a nossa frente.

Com o Ray Tracing, um algoritmo controlado por IA procura prever quais são os feixes luminosos enxergados pelo olho humano. Em outras palavras, ele recria apenas a trajetória que, de fato, chegará aos olhos humanos e que se converterá em imagens. Após essa previsão sobre a reflexão luminosa, acontece a renderização. O resultado de tudo isso? Imagens exuberantes e mais próximas com o que estamos acostumados na vida real.

Para determinar a quantidade de luz que incide sobre um único pixel, a tecnologia necessita identificar a que distância a luz está, quão brilhante ela é e o ângulo da superfície refletora em relação ao ângulo da fonte de luz, antes de calcular quão quente o raio refletido deve ser. A tal inteligência artificial também ajuda a reduzir os ruídos da imagem, com o filtro “AI denoiser”, que acontecem ao se usar poucos raios. Dessa forma, a imagem apresentada tem a mesma qualidade de como se tivesse sido criada por milhares de raios por pixel.

Com a popularização da tecnologia, cada vez mais jogos chegam com suporte à criação da Nvidia. Entre alguns dos títulos estão Battlefield 5, Cyberpunk 2077 e alguns games mais antigos também, como Minecraft e Fortnite. Apesar da diferença gráfica absurda percebida ao utilizar a tecnologia, a novidade ainda continua sendo um pouco cara para o consumidor final neste momento, já que é preciso investir em uma placa de vídeo com a tecnologia e em toda uma máquina que suporte esse setup (processador compatível e monitores ou televisores que acompanhem tal poder de processamento).

Placas de vídeo RTX mais atuais com suporte a Ray Tracing

Quando o Ray Tracing foi lançado, a tecnologia estava disponível para pouquíssimas placas de vídeo da Nvidia. Na época, apenas as placas da série RTX 20 eram capazes de suportar a novidade. Tudo mudou quando, em abril de 2019, a empresa anunciou que GPUs mais antigas ganhariam suporte ao Ray Tracing. No entanto, diferentemente do que ocorre com as placas mais atuais, em dispositivos mais antigos este recurso está presente graças aos softwares disponibilizados pela empresa e não a nível de hardware como o padrão.

Confira a seguir, quais placas de vídeo RTX atuais da Nvidia oferecem suporte a Ray Tracing:

Ray Tracing em dispositivos móveis

No meio do ano passado, a Nvidia anunciou que o Ray Tracing estaria chegando aos smartphones através da sua plataforma de streaming de jogos GeForce Now. Com isso, a tecnologia deixaria de ser exclusiva de computadores e passaria a fazer a alegria dos gamers mobile. Atualmente, o serviço é o único do mundo a oferecer a opção de jogos com o Ray Tracing ativo em dispositivos móveis.

Ray tracing em smartphones
Ray Tracing chegou aos dispositivos móveis através do GeForce Now (Reprodução/Internet)

Diferentemente de plataformas como o Google Stadia e o xCloud Gaming, da Xbox, em que há um catálogo próprio de games, o Geforce Now da Nvidia permite que os jogadores acessem os games que compraram em outras plataformas, como Steam e Epic Games, e joguem diretamente dos seus smartphones, tablets ou TVs.

GeForce Now no Brasil

No Brasil, o serviço chegou oficialmente no mês de outubro do ano passado. Compatível com centenas de jogos, o GeForce Now permite que usuários possam jogar seus games de PC no SteamEpic Games Store e Ubisoft Connect em qualquer PC, tablet e smartphone compatível via nuvem, com qualidade e performance de computadores de alta qualidade.

Os melhores jogos com ray tracing para jogar no android
GeForce Now chegou oficialmente ao Brasil em outubro do ano passado (Divulgação/Internet)

GeForce Now chegou ao mercado brasileiro por meio da Abya, empresa que hoje é focada em jogos por nuvem, que fechou uma parceria com a NVIDIA para trazer a plataforma para a América Latina. Entre os jogos disponíveis para os usuários brasileiros estão grades títulos, como Cyberpunk 2077, Fortnite, Apex Legends, The Witcher 3: Game of the Year Edition, Rocket League, Assassin’s Creed Valhalla, Valheim, Outriders, entre outros.

Atualmente, o GeForce Now possui três planos diferentes de assinatura:

  • Plano gratuito: com fila de espera e gráficos mais limitados (GTX);
  • Plano mensal: R$ 44,90/mês sem fila de espera e gráficos RTX;
  • Plano semestral: R$ 40,50/mês (R$ 243 por semestre) sem fila de espera e gráficos RTX.

Você poderá usar o serviço realizando o download do aplicativo num computador ou nas lojas de aplicativos do Android e do iOS. Além disso, para usufruir da experiência, é necessário:

  • Internet: pelo menos 15 MB/s para streaming de 720p a 60 quadros por segundo e 25 MB/s para streaming em 1080p e 60 fps;
  • Sistema operacional: Windows 7 ou superior com sistema de 64-bit;
  • Android: 2 GB de RAM e Android 5.0 compatível com OpenGL ES 3.2 ou superior;
  • iOS: iOS 14.2 e iPadOS 13 ou superior (rodando no Safari).

Você pode conferir a lista completa de games compatíveis com o serviço acessando o site oficial da empresa.

Os melhores jogos com Ray Tracing para jogar no Android

Control

Em ‘Control’, o jogador comanda Jesse Faden e acompanha de perto a sua busca pessoal por respostas à medida que ela se transforma na Diretora. O mundo do jogo tem sua própria história – ou seja, é alterado constantemente -, assim como os aliados que a protagonista encontra pelo caminho. À medida que Jesse se envolve com outros personagens do Departamento, ela descobre segredos e adquire poderes de telecinesia para lidar com experimentos obscuros.

Cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 é uma história de ação e aventura de mundo aberto ambientada em Night City, uma megalópole obcecada por poder, glamour e biomodificações. Você joga como V, um mercenário fora da lei atrás de um implante único que carrega a chave da imortalidade. Você pode personalizar aparatos cibernéticos, conjunto de habilidades e estilo de jogo do personagem e explorar uma vasta cidade onde as decisões tomadas definem a história e o mundo ao seu redor.

Shadow of the Tomb Raider

Shadow of the Tomb Raider marca a conclusão da história de origem de Lara Croft. É a terceira e última parte da trilogia de reboot da série. Situada logo após os eventos de Rise of the Tomb Raider, a história segue Lara Croft enquanto ela se aventura pelas regiões tropicais das Américas até a lendária cidade de Paititi, lutando contra a organização paramilitar Trinity e correndo para impedir um apocalipse maia desencadeado por ela.

Watch Dogs: Legion

A história do jogo se concentra nos esforços da filial londrina do grupo de hackers DedSec no combate a um novo regime autoritário que tomou o controle de Londres e do resto do Reino Unido, graças ao avançado sistema de vigilância conhecido como ctOS. Para conseguir a liberdade novamente, o grupo recruta aliados de toda a cidade, cada um com suas próprias habilidades e experiências pessoais, recrutando-os para sua causa a fim de libertar a cidade como uma força de resistência.

Metro Exodus

Metro Exodus é inspirado no best-seller “Metro 2035” de Dmitry Glukhovsky, e ocorre na sequência de um apocalipse nuclear, onde os sobreviventes tentam seguir com suas vidas, vivendo abrigadas no sistema de Metro de Moscou, na Rússia. A ação acontece em 2036, logo após os eventos do Metro 2035. No game, Artyom e outros membros da Ordem deixam os túneis de Moscou para a Rússia pós-apocalíptica em busca de uma nova vida lá fora, enquanto milhares de pessoas continuam a sobreviver no subsolo na capital russa. O jogo mistura elementos RPG e jogabilidade densa de tiro.

Veja também:

O Showmetech montou uma lista com os melhores jogos de Nintendo Switch em homenagem aos cinco anos do console no mercado. Confira!

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados