Review: AirPods 2ª geração mantém erros e acertos do original

Review: AirPods 2ª geração
Os novos AirPods de segunda geração mantém fórmula de sucesso do modelo de estreia, adicionando novas funcionalidades e ainda mais integração

Pouco mais de dois anos após o lançamento da primeira versão em dezembro de 2016, a Apple finalmente lançou oficialmente a segunda geração dos AirPods, os fones de ouvido Bluetooth mais conhecidos do mercado.

Embora inicialmente tenham sido alvo de chacota pelo design (somado à controversa decisão da Apple de remover a entrada 3,5mm para fones de ouvido no iPhone 7), os AirPods conquistaram o apreço de críticos de tecnologia e consumidores, tornando-se um fenômeno de vendas, protagonistas de memes e um status symbol entre jovens e adolescentes.

AirPods: os mais populares fones de ouvido do mundo
AirPods: os mais populares fones de ouvido do mundo

A 2ª geração do gadget mantém todos os pontos positivos da primeira versão, como a conexão Bluetooth rápida e sólida, praticidade, leveza e integração fluída com dispositivos Apple, mas também não corrige as falhas do modelo anterior. Confira o nosso review completo:

Pontos positivos

  • Longa duração da bateria;
  • Conexão Bluetooth sólida;
  • Extrema facilidade de uso.

Pontos negativos

  • Isolamento acústico quase inexistente;
  • Preço alto;
  • Siri ainda precisa melhorar muito.

Design

O design único e imediatamente reconhecível dos AirPods tornou os fones da Apple uma febre entre os teens e jovens adultos que enxergam neles um símbolo de ostentação em redes sociais como o Instagram e o Snapchat, embora o preço do gagdet em países da América do Norte e Europa seja bastante competitivo em relação à ofertas similares.

A nova geração mantém a estética original e não traz nenhuma diferença externa notável. Nos meus ouvidos ambos os fones permaneceram firmes tanto durante o uso normal do dia a dia quanto durante exercícios como ginástica e corrida. Contudo, para aqueles que não se adaptaram ao encaixe dos AirPods 1ª Gen, não houve melhora.

AirPods 2ª geração com estojo de carregamento sem fio
AirPods 2ª geração com estojo de carregamento sem fio

Talvez a grande novidade não esteja nos fones em si, mas no estojo de recarga dos fones, agora oferecido em dois tipos diferentes: um com carregamento tradicional via cabo Lightning e outro com suporte a carregamento wireless.

No novo estojo o LED de indicação de carregamento foi movido para a parte da frente e o botão de pareamento foi centralizado na traseira, enquanto no estojo tradicional o LED ainda fica dentro da tampa e o botão fica próximo à parte de baixo. O estojo continua pequeno (44,3 x 21,3 x 53,5 mm), leve (40g) e super portátil. A única cor disponível segue sendo a branca.

Os AirPods com suporte ao carregamento sem fio foram originalmente anunciados pela Apple durante o lançamento do iPhone X (2017) e do carregador wireless AirPower, que acabou sendo cancelado oficialmente no início desse ano por conta de problemas de engenharia. As dificuldades no desenvolvimento do AirPower provavelmente causaram a demora no lançamento dos AirPods 2ª Gen.

Chip H1

Projetado especificamente para uso com fones de ouvido, o chip H1 substitui o W1 usado nos primeiros AirPods e torna as interações entre os fones e o iPhone/Watch/Mac ainda mais rápidas e estáveis. O pareamento entre os AirPods 2ª Gen e meu iPhone 8 exigiu um único toque e levou poucos segundos.

“Com o chip H1 desenvolvido pela Apple para fones de ouvido, os AirPods usam sensores ópticos e acelerômetros de movimento para detectar quando estão nos seus ouvidos. O chip H1 sabe se você está usando um ou os dois fones e consegue direcionar o som e ativar o microfone automaticamente.”

Fonte: Apple.com

Os fones usam sensores de movimento e acelerômetros – aliados ao chip H1 – para identificar quando são colocados ou retirados do ouvido, pausando ou reproduzindo automaticamente o áudio.

Pareamento simples e rápido dos AirPods 2ª geração
Pareamento

A mesma tecnologia é usada para filtrar ruídos durante ligações para que a voz do usuário seja captada e transmitida de forma mais clara.

Os AirPods 2ª Gen suportam comandos através de dois toques rápidos em cada fone, assim como na geração anterior. Por padrão esse gesto avança para a próxima faixa em ambos os fones, mas é possível personalizá-los para voltar à faixa anterior, tocar/interromper a música ou chamar a Siri. A resposta a esses comandos – que já era rápida na 1ª Gen – está praticamente instantânea no novo modelo, graças ao Chip H1.

Áudio

Embora não haja um avanço considerável na qualidade de som ao compará-lo diretamente com os meus AirPods 1ª Gen, pude notar uma pequena diferença a favor dos novos fones (como alguns instrumentos que passavam batidos ao usar os AirPods 1ª Gen). Dito isso, meus AirPods atuais têm quase 2 anos de uso e é impossível afirmar que após esse período os AirPods 2ª Gen irão soar da mesma forma como agora, recém-saídos da caixa.

Apple AirPods 2ª geração se conectam a iPhones e Apple Watch
Apple AirPods 2ª geração se conectam a iPhones e Apple Watch

Em condições ideais, o áudio dos AirPods tem boa qualidade, proporciona vocais limpos e sons tanto agudos quanto graves bastante satisfatórios. Além de músicas, os fones se saem muito bem na execução de podcasts e ligações telefônicas. A captação de voz pelos microfones dos AirPods foi aprimorada pela Apple no novo modelo e o resultado é excelente para quem está do outro lado da linha.

A principal falha dos AirPods no quesito áudio continua sendo a quase inexistente vedação de sons externos. Em ambientes mais barulhentos, como ruas movimentadas ou dentro de um avião, é necessário aumentar o volume do aparelho ao máximo e mesmo assim pode ser difícil escutar o som que sai dos fones. Se isolamento acústico for essencial, os AirPods não são a melhor opção.

Bateria

Um dos destaques na primeira geração, a bateria continua sendo um ponto forte no novo modelo. Em geral, a bateria nos AirPods dura em torno de 5 horas reproduzindo músicas e podcasts.

AirPods 1ª geração lado a lado com os AirPods 2ª geração
AirPods 1ª geração x AirPods 2ª geração

Para ligações, o tempo de uso com uma carga é menor, mas superior ao da 1ª geração de AirPods (em torno de 3 horas). Algo que notei nos meus testes é que a bateria costuma render menos quando os AirPods são pareados em PCs com Windows para uso em videoconferências, mas é provável que isso se deva à forma como o sistema operacional e o notebook gerenciam a conexão Bluetooth.

Com uso moderado, o estojo ia para a tomada somente a cada dois ou até três dias, um ótimo desempenho. Os AirPods dispõem de um mecanismo de carregamento rápido que em 15 minutos restaura parte significativa da bateria dos fones e permite o uso por mais 3 horas de música.

Siri

Com os novos AirPods, a assistente digital da Apple pode ser acionada a qualquer momento através do comando de voz “E aí, Siri?” ou “Hey Siri”, sem precisar encostar nos fones. Contudo, a utilidade dessa integração segue questionável, especialmente ao utilizar a Siri com o português como idioma padrão.

AirPods 2ª geração suportam "E aí, Siri"
AirPods 2ª geração suportam “E aí, Siri”

A assistente não lida bem com comandos mais complexos e tem bastante dificuldade em compreender solicitações que envolvam mais de um idioma, como por exemplo o “E aí Siri, toca a última música da Katy Perry”, que ela traduz para “toca a última música da Kate PR”, ou “Shake it Off”, que vira “Chateado”.

Alterando o idioma para inglês a situação melhora bastante, mas a experiência ainda está longe da ideal. Ao tentar usar o recurso “Hey Siri” ou “E aí, Siri” durante uma caminhada na rua, não ficava claro se o aparelho tinha captado o comando (nenhum som é emitido para indicar que a Siri está escutando) e por vezes eram necessárias várias tentativas até que a assistente entendesse e executasse a requisição (aumentar o volume, próxima faixa, etc.).

Na maior parte do tempo era mais rápido simplesmente usar o duplo toque em um dos fones ou tirar o iPhone do bolso e escolher a música pela interface.

AirPods + iOS 13

Durante o evento anual para desenvolvedores WWDC no dia 5 de junho, a Apple anunciou dois novos recursos que serão suportados pelos AirPods com a chegada do iOS 13 no terceiro trimestre desse ano: “Siri Announcements” e “Audio Sharing”.

iOS 13: Audio Sharing
iOS 13: Audio Sharing

Com o “Siri Announcements”, a assistente fará a leitura de novas mensagens e permitirá que o usuário dite uma resposta imediatamente, sem tirar o iPhone do bolso. O recurso deve funcionar com qualquer aplicativo de mensagens com suporte ao SiriKit, como o iMessage e o WhatsApp.

Já o “Audio Sharing”, como o nome indica, permite o compartilhamento de áudio entre um dispositivo Apple e dois pares de AirPods simultaneamente. A função serve, por exemplo, para que duas pessoas possam assistir a um vídeo juntas em um iPad enquanto o som é reproduzido separadamente nos AirPods de cada uma.

Preço

Os novos AirPods são vendidos pela Apple no Brasil por R$ 1.679,00 com estojo de recarga sem fio e por R$1.349 com estojo tradicional de recarga com fio. O estojo de recarga também pode ser adquirido de forma individual por R$ 649 e usado tanto com os novos AirPods quanto com os fones da 1ª geração.

Independente da opção escolhida, o estojo é acompanhado apenas do cabo Lightning e não de um carregador sem fio (é necessário comprá-lo separadamente).

Conclusão

AirPods e iPhones foram feitos um para o outro e a facilidade de uso proporcionada por essa combinação é ímpar. A nova geração não revoluciona, mas mantém os fones wireless da Apple como referência do mercado.

Essa conveniência, contudo, tem um preço que muitos não podem ou não estão dispostos a pagar. Se você prefere fones com isolamento acústico completo, sonoridade impecável ou simplesmente não está pronto para gastar o valor pedido pela Apple, os AirPods 2ª geração não irão te convencer.

AirPods 2ª Geração possuem design idêntico aos originais
AirPods 2ª Geração possuem design idêntico aos originais

Para quem (como eu) investiu na 1ª geração, meu conselho é esperar um pouco mais. A menos que o carregamento sem fio seja imprescindível e você use os fones para ligações constantemente, os novos modelos não melhoram radicalmente a experiência em relação aos AirPods originais.

Mas se estiver procurando por fones totalmente sem fios com ótima bateria, conexão Bluetooth constante e boa qualidade de som para usar em casa, no transporte, na academia ou no trabalho, os AirPods continuam sendo uma das melhores opções disponíveis.

AirPods 2ª geração
  • Design - 9/10
    9/10
  • Recursos - 8/10
    8/10
  • Áudio - 8/10
    8/10
  • Bateria - 10/10
    10/10
  • Preço - 7/10
    7/10
8.4/10

AirPods 2ª geração

Os novos fones de ouvido da Apple trazem melhorias sutis, mas continuam sendo a melhor opção para donos de iPhones, iPads e Apple Watches.

Pros

  • Longa duração da bateria
  • Conexão Bluetooth sólida
  • Extrema facilidade de uso

Cons

  • Isolamento acústico quase inexistente
  • Preço alto
  • Siri ainda precisa melhorar muito

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta