WWDC 2019: iOS 13 traz Modo Escuro e desempenho melhorado

Tim Cook apresentando o novo iOS 13
Está acontecendo a WWDC 2019, evento para desenvolvedores e usuários da Apple, e muitas novidades foram mostradas sobre o novo iOS 13. Detalhamos tudo o que rolou na conferência aqui

A WWDC 2019, conferência anual para desenvolvedores e usuários da Apple, acontece entre os dias 03 e 07 de junho em San Jose, na Califórnia, e o primeiro dia de evento trouxe muitas novidades no quesito software. A empresa apresentou o novo iOS 13, trazendo mudanças de interface, como o Modo Escuro, e uma nova visão para os seus iPads. A nova versão do iOS chega oficialmente em setembro, mas já temos uma versão beta fechada disponível a partir de hoje. Confira todas as novidades sobre o iOS 13:

Desempenho melhorado no iOS 13

A Apple informou durante a WWDC 2019 que fez grandes melhorias de desempenho no iOS 13, aumentando em 30% em comparação a versão anterior. A velocidade de downloads também foi melhorada em 50% e diminuíram em 60% o tamanho dos pacotes de atualização. A nova versão promete abrir os aplicativos 2x mais rápido, e ficará disponível para iPhone a partir da versão 6S.

Modo Escuro e outras mudanças na usabilidade

Modo Escuro no iOS 13
O pedido Modo Escuro no iOS 13.

A nova versão do sistema operacional da Apple chegou trazendo algumas mudanças na experiência do usuário, começando pelo tão pedido Dark Mode (Modo Escuro), já introduzido há um tempo nos dispositivos Android, e traz para iPhones e iPads um dos recurso de interface que foi bastante elogiado no MacOS Mojave. O novo recurso mudou bastante em relação àquele branco que dominou a interface dos aparelhos desde o iOS 7. A novidade ainda deve garantir uma economia de energia nos aparelhos que usam telas OLED, como os iPhone X, XS e XS Max.

Tim Cook e o Modo Escuro
Tim Cook apresentando a integração do Modo Escuro

Além do Modo Escuro, a Apple trouxe melhorias na interface de usuário, mudando o controle de volume de posição, que agora aparece na lateral da tela, e não é invasivo. O iOS 13 também trouxe alterou o comportamento dos Apps nativos, como o Mail, que organizará de forma automática as mensagens em categorias, semelhante como o Gmail faz atualmente. Ainda, há melhorias no App Lembretes, deixando você adicionar fotos, detalhes adicionais, e sendo mais inteligente, sugerindo ações de acordo com seus lembretes, como adicionar alarmes, acionar a Siri, e fazer buscas.

Outra novidade é o App Mapas, que agora terá informações mapeadas dos locais, com sugestões de pontos de referência, e também um recurso de visualização 3D, semelhante com o Street View do Google Maps. A empresa vai liberar o recurso para algumas cidades dos Estados Unidos, e promete que até o fim de 2019 o recurso tenha mapeado todo o país, com previsão de chegada para 2020 em outros países.

Visualização 3D no novo Apple Maps
Novo modo de visualização 3D do App de Mapas do iOS 13.

Uma coisa que foi afirmada várias vezes na apresentação é que a Apple está comprometida com a liberdade e a segurança dos usuários, não coletando informações sem que o usuário queira, e com um novo sistema de acompanhamento de dados do usuário em Apps de terceiros, as pessoas poderão ver como os Apps de terceiros estão coletando os dados pessoais dos usuário, e para onde estão enviando.

E-mails randômicos do Sign With Apple.
Tim Cook demonstrando exemplos do novo sistema de segurança Sign With Apple.

Ainda em segurança, uma das maiores inclusões do novo iOS 13 é o serviço Sign With Apple, uma alternativa aos serviços de logar com contas do Google, Facebook, que conta com um sistema importante de criação de contas privadas, onde, se você quiser, a Apple cria um e-mail temporário, randômico e privado para você cadastrar em Apps e sites de terceiros. O melhor de tudo é que ele pode ser desativado a qualquer momento. A Apple garante que seus dados e atividades não serão guardados e que o usuário terá controle total das informações.

O Carplay, sistema de computação de bordo da Apple e que está em 90% dos carros vendidos nos EUA, também recebeu novidades, como o novo App de músicas que foi remodelado e a possibilidade de usar a Siri para Apps de terceiros como Waze e Pandora, como uma nova interface mais intuitiva.

Teclado e novos Apps

A Apple resolveu adicionar nativamente a possibilidade de digitar deslizando os dedos sobre as teclas, sem ter que instalar aplicativos terceiros como o SwiftKey ou o Gboard. Outra adição para as conversas são os novos Memojis. a empresa adicionou a possibilidade de criarmos Emojis e Stickers personalizados, como com a nossa aparência. Os Animojis ganharam uma nova ferramenta de personalização, dando ainda mais opções para criar Animojis únicos.

Fotos visualizadas em grades
Nova versão do App de fotos, com um novo sistema de organização e visualização das imagens.

Novidades no novo App de fotos, começando com uma nova forma de visualizar a sua biblioteca de fotos, como uma nova organização por dia, e tendo as fotos animadas e vídeos executando enquanto você navega pelo app. As melhorias chegaram também no App de câmera, como personalização da iluminação, saturação, balanço de branco, e muitas outras novidades não só para fotos mas para vídeos, que ganhou a possibilidade de adicionar filtros.

Compartilhar as coisas com seus amigos ficou ainda mais fácil, com o novo sistema de sugestões de compartilhamento, que sugere seus contatos mais falados, assim como é no Android. E compartilhar áudio entre seus produtos Apple também ficou mais otimizado com o novo recurso de compartilhamento, onde o usuário poderá compartilhar as musicas que estiverem ouvindo com outros iPhone e para os HomePod apenas aproximando seu iPhone dos aparelhos.

A Siri, que normalmente recebe grandes novidades de código e reconhecimento, dessa vez recebeu uma grande novidade na sua fala, com uma atualização chamada de Neural TTS. A assistente melhorou a sua fala e soa ainda mais natural, fugindo do aspecto robótico que a assistente de voz tinha. Outra novidade é que com os AirPods e a assistente de voz podem ler mensagens no momento que elas chegam, e você pode responder usando comandos de voz.

iPadOS a evolução do iOS

Novas funcionalidades de multitarefa no iPadOS
Tim Cook apresentando o novo iPadOS.

A Apple começou a ver os iPads como um computador em potencial, e temos uma mudança significativa no sistema, que agora possui um OS separado do iOS, o iPadOS, trazendo um sistema focado especialmente aos iPads. O sistema tem como foco melhorar o sistema de multitarefas e desempenho, como também melhorias específicas em Apps para os dispositivos. Saiba tudo sobre o iPadOS na nossa matéria especial no link abaixo:

Aparelhos compatíveis com o iOS 13

  • iPhone XS;
  • iPhone XS Max;
  • iPhone XR;
  • iPhone X;
  • iPhone 8;
  • iPhone 8 Plus;
  • iPhone 7;
  • iPhone 7 Plus;
  • iPhone 6s;
  • iPhone 6s Plus;
  • iPhone SE;
  • iPod touch (7ª Geração).

Essas foram as novidades do iOS 13 na WWDC 2019. O que você achou? Não esqueça de conferir as nossas postagens sobre o novo iPadOS e também conferir o resumão completo sobre tudo o que rolou neste dia cheio de novidades na conferência da Apple.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Receba Notícias por E-mail:

Receba notícias no seu e-mail
Holler Box