Review: K12 Prime é o intermediário de entrada com câmera tripla da LG

O K12 Prime é o smartphone mais potente da linha intermediária da LG. Porém, apesar do nome "Prime", entrega mesmos pós e contras dos outros modelos

O K12 Max e o K12 Prime são os smartphones mais recentes da linha intermediária da LG. Os dois modelos são praticamente idênticos, exceto por dois upgrades trazidos pelo modelo “Prime”: o armazenamento, que sobe de 32GB para 64GB, e as configurações de câmera, que vão de duas para três sensores. Outra diferença importante é o preço: lançados por R$ 1.299 e R$ 1.599, respectivamente, atualmente os dois podem ser encontrados por menos de R$ 1.200. 

A LG nos disponibilizou o K12 Prime para testes e, após duas semanas como meu smartphone principal, você confere se vale a pena investir no modelo mais caro por mais uma câmera e 32GB extras de armazenamento interno.

Design atual e resistência militar

Os três modelos da linha K12 lado a lado
Os três modelos da linha K12 lado a lado

Assim como seus irmãos menores, o K12 Prime traz uma construção com certificação militar MIL-STD 810G, o que o faz ser mais resistente contra pequenas quedas e adversidades externas do que outros modelos no mercado. Um alerta: essa certificação não o faz ser à prova d’água ou poeira, então nada de mergulhar com o smartphone na piscina ou andar com ele na chuva.

O design do K12 Prime em tela infinita com notch em gota para abrigar a câmera frontal é outro ponto positivo dos novos modelos, já que o K12+, lançado no começo do ano, trouxe bordas enormes e uma aparência antiga. Não que o K12 Prime seja totalmente sem bordas – ainda são bem aparentes -, mas se assemelham bastante à concorrentes como as linhas Galaxy A 2019 e Moto G7.

Nas laterais, as mesmas disposições do K12 Max: no lado esquerdo a LG manteve os botões de volume, botão dedicado ao Google Assistente e gavetas para chips e cartão de memória; já do lado direito há somente o botão Liga/Desliga. 

Botões ficam arranjados na lateral esquerda, o que quebra a elegância do K12 Prime
Botões ficam arranjados na lateral esquerda, o que quebra a elegância do K12 Prime

Como já havia mencionado nos modelos da linha, essa forma de arranjo de botões quebra a elegância da linha, que trouxe um azul mais brilhante ao invés do azul fosco do K12+. Na parte inferior, há uma entrada 3.5mm para fones de ouvido, microfone para cancelamento de ruído, uma entrada USB 2.0 e um alto-falante mono. Essa escolha de não trazer USB-C em um modelo de 2019 não faz o menor sentido, visto que seus maiores concorrentes já trazem a nova versão.

Tela infinita de verdade

Tela infinita to K12 Prime ainda tem bordas bem aparentes. mas qualidade HD+ é muito boa
Tela infinita to K12 Prime ainda tem bordas bem aparentes. mas qualidade HD+ é muito boa

O display do K12 Prime também é o mesmo do K12 Max. Ou seja, graças ao design atual, o smartphone trouxe uma tela maior, de 6,26 polegadas, com resolução HD+ (720 x 1520 pixels) e tecnologia IPS LCD, apresentando uma densidade de pixels de 269ppi. Os elogios ao K12 Max se mantém, os resultados são satisfatórios para a categoria mesmo com suas limitações. O preto não é tão preto e as imagens podem distorcer conforme o ângulo, porém o brilho até que é alto e as cores são bem definidas.

Por estarmos falando de um modelo “Prime”, o ideal do modelo era ser uma alternativa mais premium – de verdade – do K12 Max, trazendo, pelo menos, resolução Full HD+. A linha da LG fica atrás, inclusive, da linha Galaxy M, lançada pela Samsung em 2019, que já trazem essa resolução aos seus smartphones mais baratos, e também opções da Xiaomi, Motorola e Asus.

Processamento e memória

Processador ainda é o MediaTek Helio P22
Processador ainda é o MediaTek Helio P22

Assim como seus irmãos, o K12 Prime aposta no processador Helio P22, da MediaTek, como cérebro. Já elogiamos o chipset nos modelos K12+ e K12 Max pelo seu ótimo gerenciamento de energia e desempenho satisfatório em aplicações do dia a dia. Entretanto, em se tratando de jogos e tarefas mais pesadas, o processador não se sai muito bem e pede socorro na maioria dos jogoos.

Então por que eu estou dando a entender que a escolha do processador no K12 Prime é errônea da LG, visto que nos outros modelos ele cumpre o prometido? No segundo semestre de 2019, o Helio P22 já é um processador antigo e, convenhamos, por R$ 1.100 (preço aproximado), é possível encontrar smartphones com Snapdragon 660, que é bem superior em jogos, Exynos da série 7000.

O chipset é muito bem para aplicações e redes sociais, mas em jogos não se sai bem
O chipset é muito bem para aplicações e redes sociais, mas em jogos não se sai bem

Entretanto, o processador aliado aos 3GB de memória RAM são suficientes para fazer muito bem o que ele promete: introduzir o usuário à recursos de inteligência artificial. A tecnologia está presente tanto nas câmeras quanto na bateria e também na abertura de apps e jogos, fazendo a adaptação conforme o uso diário do usuário.

Não dá para notar travamentos em apps de rede social, como Facebook, Instagram e WhatsApp, mas você vai perceber uma lentidão considerável na abertura deles em algumas situações. Em jogos, alguns títulos mais leves rodaram sem problemas, como Subway Surfers e Candy Crush. Yu-Gi-Oh Duel Links!, que é aparentemente um jogo leve mas que consome bastante da RAM, trava em alguns cenários. Já PUGB Mobile, Modern Combat 5 e Asphault 9 tiveram um desempenho baixíssimo mesmo nas configurações mais básicas, o que mostra a limitação da GPU IMG PowerVR GE8320 de 650 MHz.

Subway Surfers rodando no LG K12 Prime
Subway Surfers rodando no LG K12 Prime

Câmera tripla

A mudança mais significativa do K12 Prime em relação ao K12 Max são nas configurações de câmera. São três sensores no modelo mais caro, sendo a principal de 13MP e abertura f/2.0, a secundária possui 2MP e abertura f/2.4 (profundidade), e a terceira tem 5MP, abertura em f/2.2 e lente ultra wide (ultra grande angular).

As imagens tiradas pelo aparelho mostram bastante semelhança em relação ao K12 Max, com um balanço de exposição e fidelidade de cores bons para a categoria. Em boas condições de luz, o segundo sensor produz um efeito desfocado bem interessante. O terceiro sensor tem um ângulo de visão amplo e, em ambientes iluminados, se sai muito bem em imagens para redes sociais, mas com ressalvas – mesmo com luz favorável, as imagens são um pouco lavadas.

Quando a noite cai, as câmeras do K12 Prime também repetem os defeitos do K12 Max, principalmente nas gravações de vídeos. Mesmo com a inteligência artificial auxiliando na captação de mais luz e na redução de ruídos, ainda assim é possível notar diversos pontilhados nas imagens e ruídos bem aparentes.

Entretanto, em ambientes favoráveis a inteligência artificial reconhece muito bem objetos, pessoas, paisagens, animais e comida, por exemplo, e configura automaticamente para destacar o sujeito principal.

Nas selfies, a câmera frontal de 13MP consegue boas fotos de dia e reproduz o efeito desfocado muito bem via software. À noite, os mesmos problemas das câmeras traseiras: muito ruído e definição bem abaixo mesmo para a categoria. 

Bateria

O K12 Prime tem os mesmos 3.500mAh de bateria do K12 Max. Na prática, a autonomia dos dois não muda, o que é muito bom, mas também não acompanha suporte ao carregamento rápido e, infelizmente, não traz USB-C. Mais uma vez, o “Prime” do modelo mais caro não faz muito sentido, sendo que ele ainda repete os mesmos erros do K12+, lançado no começo do ano. 

Em se tratando de duração, o K12 Prime consegue aguentar cerca de um dia e meio de utilização moderada sem preocupação. Ou seja, navegação na internet, redes sociais e jogos online no 4G/Wi-Fi, streaming de músicas via Spotify uma hora ou outra e Netflix na volta para casa.

O carregamento demora, em média, duas horas e meia para completar, o que é decepcionante mesmo para um modelo intermediário. 

Mais do mesmo

Sistema de áudio é o DTS:X 3D de muita qualidade
Sistema de áudio é o DTS:X 3D de muita qualidade

Os recursos de som e extras que já vimos nos modelos anteriores se repetem aqui. Ele traz tecnologia de som surround DTS:X 3D de 7.1 canais, que oferece uma experiência sonora de cinema e imersão em 360°, mesmo com fones de ouvido mais simples. Apesar da saída de som mono, o som é alto e claro, sem distorcer muito a reprodução mesmo em volume máximo.

Os fones de ouvido também são os mesmos: simples, mas surpreendente. Outros fones mais simples também são melhorados no smartphone, e pode até arriscar uma equalização no som para otimizar ainda mais a experiência – a LG colocou mais opções de equalização do que o padrão.

Já o botão dedicado ao Google Assistente permanece sendo uma opção muito bem-vinda para fazer pesquisas e acionar alguns recursos do aparelho. Não há extra que ela pode fazer em relação ao K12+, porém continua sendo tão funcional quanto. O leitor de digitais também continua bem preciso, até um pouco melhor se comparado ao modelo mais antigo. Não é tão rápido quanto outros sensores, mas é bem responsivo.

Considerações finais 

O K12 Prime era o lugar onde a LG poderia ousar e colocar recursos e configurações que justificam o nome “Prime”. Resolução Full HD+, entrada USB-C e carregamento rápido poderiam obrigação no segundo semestre de 2019 em smartphones intermediários; Hoje podendo ser encontrado na faixa dos R$ 1.100, você leva para casa 32GB extras de armazenamento e uma câmera adicional que funciona muito bem em ambientes mais iluminados em relação ao K12 Max, que traz somente duas câmeras e 32GB de armazenamento.

Seu maior problema são seus concorrentes. Há um tempo que a LG não apresenta um diferencial de compra significativo no mercado mobile frente à marcas como Samsung, Motorola e Xiaomi. Entretanto, como acontece com bastante frequência, a queda nos preços dos smartphones da LG podem podem transformá-lo em um dos melhores modelos da categoria.

Gostou do LG K12 Prime, ele pode ser encontrado por R$ 989,10 à vista ou R$ 1.100,00 em até 10x sem juros na loja oficial do Showmetech no Magazine Luiza

Especificações técnicas do LG K12 Prime

LG K12 PrimeEspecificações técnicas
Tela6,26” HD+ FullVision
269ppi IPS LCD 16mi cores
CorpoPlástico
161.3 x 77 x 8.75 mm
172g
Processamento e
memória
MediaTek Helio P22 octa-core até 2.0GHz
GPU IMG PowerVR GE8320 de 650 MHz
Memória RAM de 3GB
Armazenamento interno de 64GB
Suporte cartão MicroSD até 2TB
Câmera
traseira
13MP f/2.0 + 2MP f/2.4 + 5MP f/2.2
Gravação até 1080p (Full HD) a 30fps
Câmera
frontal
13MP f/2.0
Bateria3.500mAh
Sem Quick Charging
ConectividadeWi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac
Bluetooth 5.0
Micro USB 2.0
A-GPS/GLONASS
SensoresAcelerômetro, bússula
Proximidade, impressão digital
Mic. de redução de ruído
PreçoR$ 989,10

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: