Review: Xiaomi Redmi Note 7 é o melhor custo-benefício do momento

Review: Xiaomi Redmi Note 7 é o melhor custo-benefício do momento 6
A volta da Xiaomi ao mercado brasileiro trouxe uma grande variedade de dispositivos com ótimo custo/benefício, o Redmi Note 7 é o melhor exemplo

A volta da Xiaomi ao Brasil, em maio deste ano de 2019, trouxe ao mercado brasileiro ótimos smartphones, com configurações interessantes e preços mais atrativos. Um ótimo exemplo que chamou bastante atenção foi o Redmi Note 7, intermediário da empresa que apresenta um processamento poderoso para a categoria e câmera de 48MP, podendo ser encontrado por menos de R$ 1.000,00.

Por duas semanas, estressamos o Redmi Note 7 da Xiaomi para vermos se o intermediário chinês, recém-chegado ao Brasil, conseguia bater com grandes nomes do mercado intermediário, como Moto G7 Plus, a linha Galaxy A 2019, a linha Galaxy M, e o K12 Prime, da LG. Confira o resultado.

Design e construção

Xiaomi Redmi Note 7 Design
O design do Xiaomi Redmi Note 7 segue o padrão já em voga no mercado atual.

Em um primeiro momento, o design do Redmi Note 7 pode não chamar a atenção. A parte frontal segue a tendência dos smartphones de 2019, com bordas finas e entalhe em gota para abrigar a câmera. Na traseira, a Xiaomi optou por utilizar o vidro ao invés do plástico, o que acaba dando uma sensação mais premium ao aparelho – ponto positivo porque a maioria dos concorrentes usam plástico atrás.

Ambas as superfícies de vidro possuem o Gorilla Glass 5, que oferece uma maior durabilidade contra impactos e arranhões, além de uma melhor qualidade do material. Apesar da beleza, esse diferencial, para pessoas com mãos menores (ou mais desastradas), pode ser uma dor de cabeça, já que a superfície do Redmi Note 7 podem ser bastante escorregadias. Felizmente, a Xiaomi pôs uma capinha transparente na caixa.

E falando em proteção, o Xiaomi Redmi Note 7 dispõe de um leitor de impressões digitais na parte traseira do aparelho, em uma altura bastante cômoda para se alcançar com o dedo indicador. O desbloqueio é muito rápido e responsivo, diferente do Galaxy A50, por exemplo, com leitor de digitais na tela que não é tão preciso.

O Redmi Note 7 possui um slot híbrido para o chip. Ou seja, se preferir, pode optar por usar dois chips de operadora ou um chip com cartão de memória. Ainda por cima, há um conector P2 para fones de ouvido, mas o alto-falante ainda é mono.

Tela

Com 6,3 polegadas, a tela do Xiaomi Redmi Note 7 entrega ótimo brilho e contraste.

São 6,3 polegadas de tela no Redmi Note 7 que ocupam mais de 80% da área frontal do aparelho. A pegada é firme e dá a sensação de estar segurando um aparelho resistente e todo tela nas mãos. As bordas são muito finas e, às vezes, toques acidentais nas laterais podem acontecer. É algo que não incomoda, mas é preciso de acostumar, inclusive nas primeiras utilizações.

A resolução da imagem é Full HD+ e o brilho e contraste da tela LCD IPS do Redmi Note 7 impressionam. Apesar de não ser AMOLED e não possuir um preto tão profundo, o display tem uma grande gama de cores e boa visualização mesmo sob a luz do sol.

Câmera

Tecnologia quad pixel está presente para reduzir ruídos e aumentar definição
Tecnologia quad pixel está presente para reduzir ruídos e aumentar definição

As câmeras do Redmi Note 7 também são itens que impressionam no aparelho da Xiaomi. Competindo de frente com outros modelos intermediários já disponíveis no mercado, a câmera traseira do Redmi Note 7 é dupla com sensor de até 48MP, sendo 12 MP o padrão e com filmagem em 1080p.

Vamos explicar melhor. Na prática, a câmera do Redmi Note 7 tira 4 fotos de 12 MP, que se juntam no pós-processamento para reduzir ruídos e aumentar a definição.

Fotografia feita com o Redmi Note 7 (Reprodução: Xiaomi)
Fotografia feita com o Redmi Note 7 (Reprodução: Divulgação)

Há quem possa notar uma breve queda na qualidade de imagem no Modo Automático em relação ao Modo Pro, que permite alterar outras configurações mais específicas, mas no geral as fotos não decepcionam. Ele possui um Modo Noite bem interessante por conta das 4 fotos juntos, dando uma nitidez maior nas fotos e pouco ruído. O sensor frontal é de 13 MP e filma em Full HD. Não se destaca frente aos concorrentes, mas não faz feio.

Hardware e bateria

Xiaomi Redmi Note 7 Hardware
O Snapdragon 660 é o processador escolhido pela Xiaomi para o Redmi Note 7.

Apesar de estar relativamente atrás de seus concorrentes, com um processador Snapdragon 660, da Qualcomm, o Xiaomi Redmi Note 7 não fica muito atrás quando o assunto é jogos e aplicativos da Play Store. Nesse quesito, ele é equivalente ao Galaxy A9 2018, da Samsung, e do Huawei P30 Lite, porém fica abaixo dos modelos da linha Galaxy A 2019, como o Galaxy A50 e A70, além dos novos Motorola One Vision e One Action.

Parte do bom gerenciamento do smartphone se deve à interface MIUI, que está ainda mais limpa e fluida. Os ícones são bastante simples, as transições são suaves e não é pesada, o que acaba melhorando a abertura de apps e jogos. Ainda por cima, os 4 GB de memória RAM são mais do que suficiente para manter redes sociais, câmeras e apps na memória sem precisar de reinicialização. Os 64 GB de armazenamento tampouco são um ponto negativo, é possível baixar diversos apps e jogos à vontade e ainda ter memória sobrando. Caso você seja um usuário hardcore, é possível expandir a memória via cartão de memória, porém terá que abrir mão de uma gaveta para chips.

Combinando o hardware com sua bateria de 4.000mAh, o Xiaomi Redmi Note 7 se destaca como um aparelho que pode se manter ativo por bastante tempo. Em um uso moderado, de tarefas cotidianas como navegar nas redes sociais e internet, o aparelho segura quase um dia inteiro sem recarga. Com jogos, o dispositivo pode chegar a até 7 horas de uso.

Seguindo o mercado, a bateria do Redmi Note 7 vem com tecnologia Quick Charge, apesar do carregador disponibilizado junto com o aparelho não oferecer a mesma tecnologia.

Pontos negativos

Xiaomi Redmi Note 7
Apesar de muitas funcionalidades de destaque, o Xiaomi Redmi Note 7 ainda possui alguns pontos a melhorar.

Como nem tudo são flores, algumas pontos deixaram a desejar no Redmi Note 7. Um deles foi a falta de fones de ouvido na caixa. Para quem curte uma boa música e quiser adquirir o dispositivo da Xiaomi, deverá também desembolsar um pouco mais para a compra de fones de ouvido. Apesar disso, a saída de som do Redmi Note 7 possui uma qualidade de som e volume que se destacam em comparação aos seus concorrentes.

A falta da tecnologia NFC pode ser um outro ponto não tão atrativo para o Redmi Note 7, já que o mundo está cada vez mais utilizando esse tipo de tecnologia para tarefas diárias, como pagamentos e carregamento por indução. Apresentado como Dual-SIM, a bandeja dupla do Xiaomi Redmi Note 7 é híbrida: caso o usuário queira expandir o seu armazenamento interno com um cartão MicroSD, automaticamente o aparelho se transforma em um Mono-SIM. 

Conclusão

Em resumo, o Xiaomi Redmi Note 7 é um robusto smartphone intermediário que pode atender a qualquer expectativa colocada pelo usuário, com destaque para sua tela, câmera e combinação de hardware com a bateria duradoura.

Sem medo de bater de frente com seus concorrentes, o aparelho é uma ótima opção para quem busca bom desempenho com um preço mais camarada. No Brasil, ele está à venda no site oficial do Showmetech no Magazine Luiza por cerca de R$ 1.000,00. É um valor muito em conta pelo o que oferece, ficando abaixo dos seus concorrentes citados acima.

Especificações técnicas do Xiaomi Redmi Note 7

TelaLCD IPS
6.3 polegadas
Full HD+ (1080 x 2340 pixels)
409 pixels/polegada
ProcessadorSnapdragon 660 Octa-Core
(4×2.2 GHz Kryo 260 & 4×1.8 GHz Kryo 260)
Memória3 GB ou 4 GB de memória RAM
Armazenamento32, 64 ou 128 GB de armazenamento
Suporte à MicroSD de até 512 GB
Câmera TraseiraDuas Lentes
48 MP (f/1.8) 
5 MP (f/2.2)
Câmera Frontal13 MP (f/2.0)
BateriaLi-Po, com Quick Charge
4000 mAh
SOAndroid 9 Pie
Dimensões e
Peso
159,2 x 75,2 x 8,1 mm
186 gramas
SensoresAcelerômetro
Bússola
Leitor de digitais 
Proximidade
PreçoR$ 1.029,00


Xiaomi Redmi Note 7
  • Design - 9/10
    9/10
  • Tela - 8.5/10
    8.5/10
  • Performance - 8.5/10
    8.5/10
  • Câmera - 8/10
    8/10
  • Bateria - 9.5/10
    9.5/10
  • Sistema operacional - 7.5/10
    7.5/10
8.5/10

Summary

O Xiaomi Redmi Note 7 é um aparelho intermediário, com configuração robusta e que se destaca pela sua grande bateria aliada a um poder de processamento de qualidade. A câmera de 48 MP também é um dos destaques do dispositivo.

Pros

  • Design em vidro
  • Bateria de longa duração e com Quick Charge
  • Câmera traseira dupla de até 48MP
  • Aparelho de ótimo custo/benefício
  • Boa saída de áudio
  • Tela com ótimo brilho e contraste

Cons

  • Superfície escorregadia
  • Sem NFC
  • Sem fones de ouvido na caixa
  • Processador mais antigo que os concorrentes

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta