Smartphone da Xiaomi é bom? Conheça os melhores modelos à venda no Brasil

Smartphone da Xiaomi é bom? Conheça os melhores modelos à venda no Brasil 3
A Xiaomi possui um amplo catálogo de smartphones no Brasil com foco em custo-benefício. Mas a marca é boa? Confira os melhores modelos da XIaomi no Brasil

É a segunda vez que a Xiaomi aterrissa no Brasil com suas soluções para ganhar a atenção dos brasileiros – na primeira vez, em 2015, era uma época em que os consumidores locais viam smartphones chineses como produtos de qualidade duvidosa. Com o avanço da tecnologia e, consequentemente, o aumento dos preços dos celulares de marcas mais conhecidas, como Apple e Samsung, os olhares voltaram novamente para marcas chinesas, mas com uma mente mais aberta: elas oferecem modelos iguais ou superiores em configurações por um preço quase 50% menor. 

O melhor exemplo disso é a Xiaomi, e não só pelo boca a boca feito em cima da “Apple da China”, mas nos números também. Enquanto as grandes empresas vêm perdendo espaço em grandes mercados como a China e Índia, marcas como a Xiaomi – e a Huawei – vem conquistando ainda mais os consumidores por oferecerem o melhor custo-beneficio do mercado. 

Mas, afinal, os modelos da Xiaomi são realmente bons, capazes de competirem com o iPhone XS, Galaxy S10 ou Huawei P30 Pro? Separamos alguns dos melhores smartphones da Xiaomi vendidos aqui no Brasil, a fim de solucionarmos essa questão para você. 

Xiaomi Redmi Note 7

Xiaomi trouxe para o Brasil uma das linhas intermediários mais bem-sucedidas do mercado
Xiaomi trouxe para o Brasil uma das linhas intermediários mais bem-sucedidas do mercado

Digamos que o Redmi Note 7 é o “intermediário killer” da Samsung, Motorola e LG. O smartphone da Xiaomi traz configurações intermediárias de respeito e preço que pode ser encontrado abaixo dos mil reais.

O smartphone da Xiaomi possui um design bastante bonito e atual, com tela infinita e entalhe em gota, o mesmo presente em toda linha Galaxy M, Galaxy A – exceto no Galaxy A80 – e no P30 Lite, da Huawei. São 6,3 polegadas com resolução Full HD+ e tecnologia IPS LCD, o que possibilita uma visualização de filmes e séries bastante imersiva.

Assim como o Motorola One Vision, a Xiaomi oferece no Redmi Note 7 a experiência de uma câmera de 48MP que pode ser encontrada por menos de mil reais. No caso do smartphone da Xiaomi, são dois sensores, o principal de 48MP e abertura f/1.8, e o secundário focado em efeitos de profundidade, com 5MP. Ainda, o Redmi Note 7 conta com frontal de 13MP que filma em 1080p a 30fps.

Bem fino e elegante, o Redmi Note 7 possui as mesmas configurações do Galaxy A9 2018
Bem fino e elegante, o Redmi Note 7 possui as mesmas configurações do Galaxy A9 2018

Um dos quesitos mais elogiados por quem possui um smartphone da Xiaomi é a boa relação custo-benefício que eles trazem. Por exemplo, no Brasil, há o Galaxy A9 2018, modelo lançado recentemente, que possui o processador Snapdragon 660 e 4GB de memória RAM, com preço chegando na casa dos R$ 1,8 mil. O Redmi Note 7, com configurações similares, pode ser encontrado por pouco mais de mil reais – com sorte, encontra por menos de R$ 1 mil. Ele possui versões com 4GB de RAM e 64 GB de armazenamento, com expansão para mais 256GB via cartão de memória.

O Redmi Note 7 também já chega atualizado na versão 9.0 do Android, o Pie, com a interface modificada pela própria Xiaomi, a MIUI 10. É um launcher ainda bastante simples mas é leve e possui algumas funcionalidades interessantes. Se quiser sair das grandes marcas, é uma boa experimentar a interface da Xiaomi.

O Redmi Note 7 da Xiaomi possui configurações intermediárias por quase R$ mil
O Redmi Note 7 da Xiaomi possui configurações intermediárias por quase R$ mil

Recursos super bem-vindos no Redmi Note 7 são: entrada de 3.5mm para fones de ouvido, tem suporte ao carregamento rápido e acompanha um carregador de 18W, que promete recarregar os 4.000mAh em pouco mais de uma hora, Bluetooth 5.0, Rádio FM e sensor de digitais na traseira.

E o preço? Por R$ 1.145,00 na loja oficial do Showmetech no Magazine Luiza, você leva o Redmi Note 7 para casa.

Xiaomi Pocophone F1

Pocophone F1 foi lançado em agosto de 2018 para competir com o Galaxy S9
Pocophone F1 foi lançado em agosto de 2018 para competir com o Galaxy S9

Na época do lançamento, em 2018, o Pocophone F1 foi “coroado” o melhor e mais barato smartphone topo de linha. Trazendo consigo um processador Snapdragon 845, da Qualcomm, até 8GB de RAM e 128GB de armazenamento – semelhante ao Galaxy S9. O gadget possui uma tela compacta, de 6,18’’ infinita Full HD+ com notch ‘’bigodinho’’, igual aos novos iPhones.

No setor das câmeras, o smartphone da Xiaomi também acompanha dois sensores traseiros, sendo o principal de 12MP Dual + 5MP para efeito desfocado. As câmeras conseguem gravar em 1080p a 120fps, e a frontal de 20MP também registra em Full HD, mas limitada a 30fps. Para acompanhar o ritmo, a Xiaomi colocou no Pocophone F1 uma bateria de 4.000mAh com suporte ao carregamento rápido 18W. 

Design lembra um pouco o iPhone, mas semelhanças acabam logo no design
Design lembra um pouco o iPhone, mas semelhanças acabam logo no design

O preço também é o que chama mais atenção no Pocophone F1. Mesmo em 2019, o smartphone da Xiaomi é um dos mais rápidos do Brasil e também o mais barato: pode ser encontrado por R$ 1.799,00 na loja oficial do Showmetech no Magazine Luiza, em sua versão com 64GB de memória RAM. 

Xiaomi Mi 9, Mi 9 SE e Mi 9T

Smartphone da Xiaomi é bom? Conheça os melhores modelos à venda no Brasil 4

Trazendo um dos maiores sucessos da empresa no mercado mundial ao Brasil, o Xiaomi Mi 9 é a aposta da empresa contra o Galaxy S10, P30 Pro e iPhone XS. Voltado para o público que procura o melhor da tecnologia na palma das mãos, o Mi 9 chega ao Brasil com três câmeras traseiras, sendo a principal de 48MP, a segunda de 12MP com lente telefoto, e a terceira possui 16MP, focada em efeitos de profundidade. 

O design segue os mais atuais do mercado, com display de 6,39 polegadas Full HD+ Super AMOLED com entalhe em gota e sensor de impressões digitais embutido na tela. Por dentro, o smartphone da Xiaomi conta com processador Snapdragon 855, versões com até 128GB de armazenamento e 6GB de RAM. Além disso, o Mi 9 vem com uma bateria de 3.300mAh, com suporte a carregamento rápido e carregamento Wireless – na caixa, há um super carregador de 27W! 

Smartphone da Xiaomi é bom? Conheça os melhores modelos à venda no Brasil 5

No Brasil, o valor de lançamento pedido de R$ 4.799,00 pelo Xiaomi Mi 9 ainda não é dos mais convidativos, apesar de ser menor que o valor oferecido pela Samsung pelo Galaxy S10. A boa notícia é que o valor já caiu bastante, e hoje está saindo por R$ 2.499,00 na loja oficial do Showmetech no Magazine Luiza. Por tudo o que ele oferece, é um excelente valor – mesmo aqui no Brasil. Vai perder?

Mas se você quiser ter uma experiência de Mi 9 custando um pouco menos, o Xiaomi Mi 9 SE é a alternativa. O smartphone vai começar a ser vendido no Brasil a partir desta quinta-feira (1), e traz o mesmo conjunto de câmeras do irmão maior, mas é capado em alguns aspectos – para justificar o preço.

Por exemplo, a tela diminuiu de 6,39’’ para 5,97’’ Full HD+. A tecnologia do display também mudou, saindo do Super AMOLED para o IPS LCD, e o processador “cai” um degrau, indo para o Snapdragon 712. Os mesmos 6GB de RAM são mantidos, assim como a versão de 64GB de armazenamento – infelizmente, não-expansível. O smartphone da Xiaomi pretende competir com o Motorola One Vision, Galaxy A80, Galaxy A70 e o P30 Lite.

Xiaomi Mi 9 SE é a versão mais acessível do topo de linha
Xiaomi Mi 9 SE é a versão mais acessível do topo de linha

No mais, o Mi 9 SE possui bateria de 3.030mAh, que se justifica por sua tela “pequena” e resolução Full HD+, mas que acompanha também o suporte ao carregamento rápido. 

A DL Eletrônicos comercializará o Xiaomi Mi 9 SE no Brasil em duas versões, 64GB (R$3.299) e 128GB (R$3.699). Em um primeiro momento, devemos alertar que não é muito vantajoso pegá-lo durante os primeiros dias de lançamento, mas, se o preço cair assim como aconteceu com o Mi 9, será uma ótima alternativa.

Colocado como mostra durante a Eletrolar Show 2019, evento de tecnologia que acontece entre os dias 29 de julho e 1 de agosto, em São Paulo, o Mi 9T teve um primeiro contato com os consumidores brasileiros. O grande diferencial do smartphone da Xiaomi é a sua câmera frontal pop-up, ou seja, ela ‘’salta’’ do corpo do aparelho quando você quiser tirar uma selfie. Essa tecnologia permitiu a inserção de mais tela em um corpo menor e com quase nenhuma borda. 

Versão com câmera pop-up do Xiaomi Mi 9, o Mi 9T tem configurações intermediárias avançadas
Versão com câmera pop-up do Xiaomi Mi 9, o Mi 9T tem configurações intermediárias avançadas

Basicamente, ele é uma versão menos potente do Mi 9 tradicional, com o mesmo tamanho de tela, resolução, tecnologia do display e conjunto de câmeras traseiras. Por dentro, o que muda é o processador, no Mi 9T é o Snapdragon 730, pouco acima do Snapdragon 712 e o mesmo presente no Galaxy A80 – que também possui módulos específicos para as câmeras -, e a bateria, que aumenta para 4.000mAh. 

O Xiaomi Mi 9T está disponível no site da Amazon Brasil, parceira do Showmetech, por R$ 1.999,99, na versão de 128GB de memória. Para efeitos de comparação, o Galaxy A80, da Samsung, vai chegar ao Brasil custando a bagatela de R$ 3.299,00.

Xiaomi Mi A3: o intermediário com Android One

Xiaomi Mi A3
O XIaomi Mi A3 é fruto da parceria entre a Xiaomi e o Google, trazendo o Android One para o público intermediário

O Xiaomi Mi A3 é um smartphone intermediário que tem o diferencial de vir embarcado com o Android One, versão mais pura e com garantia de atualização mais rápida do Android. Segundo a Xiaomi, o modelo será comercializado no Brasil no início de setembro em duas versão: 4GB de RAM + 64GB de memória ou 4GB de RAM + 128GB de armazenamento.

No geral, o Mi A3 é destinado ao público que procura uma experiência Android completa por um preço baixo. Ele vem com um processador Snapdragon 665, tela de 6” HD+ Super AMOLED com entalhe em gota e duas câmeras na traseira – sendo a principal de 48MP grande-angular, a secundária com lente ultra-grande-angular de 8MP, e a terceira é focada em sensor de profundidade. Por sua vez, a frontal é única de 32MP.

Para aguentar mais de um dia de tarefas diárias, o Mi A3 acompanha uma bateria gigante de 4030mAh, com carregador ultrarrápido de 18W.

Curtiu o Xiaomi Mi A3? O smartphone está disponível na Amazon Brasil por R$ 1.494,00.

Smartphone da Xiaomi para todos os públicos – e bolsos!

A Xiaomi possui um portfólio completo de smartphones para o Brasil, não só com modelos para o mercado premium e intermediário, mas também com foco no público de entrada e jovens. É a segunda passagem da empresa no país e ela veio para ficar dessa vez. Além de celulares, a empresa conta com um catálogo imenso de soluções inteligentes para casa, como câmeras de segurança, escova de dentes elétrica, robô de limpeza, mochilas inteligentes, Scooter elétrica, relógios, pulseiras e muito mais. Se você quiser saber dos principais produtos da Xiaomi aqui no Brasil, acesse nossa matéria no link abaixo:

Vale lembrar que a empresa abriu sua primeira loja no Brasil recentemente, em São Paulo, com mostruário de todos os produtos do Ecossistema Xiaomi. Confira nossa matéria sobre a loja no link abaixo – vai que você se anima em conferir de perto:

E você, possui um smartphone da Xiaomi? Deixe nos comentários se você gosta e qual é o modelo dele. Estamos testando alguns aparelhos da empresa e os reviews completos serão publicados nos próximos dias. Fique ligado!

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Receba notícias por e-mail