Só os nostálgicos: relembre os gadgets que marcaram a última década

acastro 191209 3826 gadgets of the decade 0002 2.0
Do spinner ao bastão de selfie, relembre neste especial os gadgets que revolucionaram a última década
Anúncio
Só os nostálgicos: relembre os gadgets que marcaram a última década

Uma nova década se inicia. Com ela, novas tendências e acontecimentos. A tecnologia, por sua vez, segue avançando e mostrando como os gadgets estão inovadores e transformando a nossa vida

Na década passada (anos 2000), acompanhamos o auge de gadgets como notebooks e netbooks, MP3 Players, GPS, pendrives e disquetes, tela de plasma e LCD. Os anos 2010, por seu turno, revelou que estamos nostálgicos, mais conectados no smartphone, voando (com drones) e registrando tudo. Tudo mesmo! 

O Showmetech selecionou os produtos que marcaram os anos 2010. São dispositivos que revolucionaram a nossa vida nos últimos dez anos, itens que abriram espaço para mais inovação e que revelam algo que sempre falamos: o futuro é agora. 

Apple iPhone 4 (2010)

Lançado em 2010, o Apple iPhone 4 é o gadget que marcou os anos 2010
Lançado em 2010, o Apple iPhone 4 é o gadget que marcou os anos 2010

O iPhone 4 não só inicia essa lista como qualquer produto tech poderia começar. O iPhone 4 é o smartphone/gadget que mais revolucionou os anos 2010. Embora a Apple tenha lançado outros iPhones antes dele, o aparelho de 2010 deu início às inovações que a empresa anunciaria nos anos subsequentes. 

Primeiro, porque ele inaugurou a tela Retina Display. De todos já lançados pela empresa, ele foi o primeiro a receber câmera frontal (de 0,3 MP), enquanto a traseira era de 5 megapixels. Seu sistema operacional permitiu a capacidade de executar tarefas em segundo plano. Equipado com o A4, esse foi o primeiro chip desenvolvido pela companhia de Steve Jobs, colocando a empresa em destaque. Também foi no iPhone 4 que a Apple oficializou o sistema operacioanl iOS.

Para Nilay Patel, jornalista americano de tecnologia, essa foi a década dos smartphones. E nunca houve um celular que mudasse a cultura e a tecnologia como o iPhone 4

Microsoft Kinect (2010)

O Kinect foi um dos gadgets que revolucionou a forma como jogamos videogames
O Kinect foi um dos gadgets que revolucionou a forma como jogamos videogames

Atualmente, o Microsoft Kinect é quase uma peça de museu. Ainda em 2010 ele foi um dos gadgets de vanguarda, propiciando que as pessoas pudessem jogar usando a captura do corpo. Isso era possível graças a câmera embutida e os sensores de temperatura, proximidade e batimento cardíaco. Com o Kinect, vimos o sucesso de jogos como Dance Central e Just Dance

De acordo com a Microsoft, mais de 24 mil unidades do aparelho foram vendidas. Hoje, o equipamento que revolucionou a tecnologia de games está esquecido. A Microsoft passou a investir em outras inovações, como o óculos de realidade aumentada HoloLens. Agora em 2020, a empresa se prepara para colocar novos produtos no mercado. 

DJI Phantom (2013)

O DJI Phantom 3 foi um dos drones mais populares na década
O DJI Phantom 3 foi um dos drones mais populares na década

O drone foi um dos gadgets que revolucionou a forma como registramos momentos. O veículo aéreo não tripulado (UAV) passou a ser explorado em diversas finalidades: para vigilância aérea e controle de fronteiras, na produção de imagens para o jornalismo e cinema, e em frete de produtos. 

O DJI Phantom, lançado em 2013, foi o responsável por fazer os Estados Unidos criarem leis para os veículos aéreos não tripulados. O Phantom 3 também teve destaque devido à qualidade, funcionamento e preço acessível, se tornando um drone popular no mercado. 

Sony Playstation 4 (2013)

O Playstation 4 foi um dos videogames mais vendidos do mundo, marcando os anos 2010
O Playstation 4 foi um dos videogames mais vendidos do mundo, marcando os anos 2010

A família PlayStation, da Sony, sempre deixa sua marca a cada lançamento, e o PlayStation 4 não foi diferente. Com títulos exclusivos como God of War, The Last of Us, Persona 5, Death Stranding e Uncharted 4, o videogame tinha tudo o que os apaixonados por games queriam: boa oferta de jogos, bom preço e ótimo hardware, que foi recebendo atualizações até chegar no PlayStation 4 Pro, ainda mais poderoso. 

O console da Sony conquistou importantes títulos, como o segundo console doméstico mais vendido de todos os tempos, perdendo apenas para o PS2 (PlayStation 2). Para Megan Farokhmanesh, jornalista especializada em tecnologia, o Playstation 4 provou que a empresa nipônica é capaz de fornecer produtos potentes, acessíveis e sem pecar na qualidade. Concorda? 

Popsockets (2014) 

Os acessórios sempre estiveram em alta nos anos 2010 e assim foi com os Popsockets
Os acessórios sempre estiveram em alta nos anos 2010 e assim foi com os Popsockets

Acessórios para os nossos smartphones sempre estiveram em alta, mas os Popsockets alcançaram o topo em 2014. Basicamente, a bolinha é um suporte de dedos que fica grudado na parte de trás do celular. O item é muito útil para auxiliar no manuseio e segurança do aparelho celular. 

O acessório anexo ao smartphone permitia que o aparelho ficasse mais personalizado, já que alguns dos Popsockets são brilhantes e coloridos. Sua real função, no entanto, era facilitar o manuseio. Ao fazer uma ligação, você pode “encaixar” os dedos na bolinha e ter mais segurança, bem como para assistir vídeos ou tirar uma selfie. 

O sucesso foi tão grande que a empresa responsável passou a desenvolver outros itens como PopSockets de AirPods e até carteira. 

Bastão de selfie (2014)

De útil a polêmico, os bastões de selfie foram um dos gadgets que fizeram sucesso
De útil a polêmico, os bastões de selfie foram um dos gadgets que fizeram sucesso

Outro gadget que marcou a década foi o bastão de selfie (ou pau de selfie, como ficou conhecido popularmente no Brasil). Selfie, inclusive, foi eleita a palavra do ano em 2013. Um ano depois, os bastões de selfie dominaram os pontos turísticos, museus e festas em família. 

Em Nova York, a cidade mais visitada da América, era quase impossível andar pela Times Square sem esbarrar em smartphones flutuantes anexos a um bastão. Polêmicas também fizeram parte de sua ascensão: o equipamento foi recomendado para fazer ensaios nus, por exemplo. Ele ainda chegou a causar ferimentos e mortes, fazendo com que festivais e museus proibissem a utilização do gadget. A proibição chegou até mesmo na Disney World

Com celulares capazes de fazer imagens grande angular, o bastão de selfie acabou se tornando um item desnecessário. 

Samsung Galaxy S6 (2015)

O Galaxy S6 era uma excelente opção para quem não gostava de iPhone
O Galaxy S6 era uma excelente opção para quem não gostava de iPhone

Os smartphones foram os principais gadgets da década, mas o sucesso do iPhone não deixou a Samsung para trás. A empresa conseguiu deixar sua marca nos anos 2010 com a família Galaxy. O Galaxy S6 foi um aparelho desejado, em especial para aqueles que recusaram iPhones. O S6 tinha um ótimo acabamento em vidro e metal, eliminando o plástico que empobrecia os aparelhos anteriores. Com isso, a Samsung mostrou que poderia fazer smartphones premium, assim como a sua principal concorrente. 

O desenho do S6 inspirou outros modelos atuais da marca, como o Galaxy S10 e Note 10, reforçando o quanto o modelo de 2015 tinha boa estrutura. Ele também ajudou a Samsung a se destacar em design a partir daquele ano, quesito que segue encantando até hoje. 

Hoverboards (2016)

Hoverboards (ou skate elétrico, como é conhecido no Brasil)
Hoverboards (ou skate elétrico, como é conhecido no Brasil)

Assim como o spinner e o bastão de selfie, os Hoverboards (ou skate elétrico, como ficou conhecido popularmente no Brasil) foram uma febre em diversos países. Muitas pessoas desejavam ter um gadget como este a partir de 2015. Polêmicas em torno dele também não ficaram ocultas: o rapper americano Wiz Khalifa chegou a ser preso após se recusar a descer do Hoverboard no Aeroporto Internacional de Los Angeles. O jogador de basquete JR Smith passou a usar o skate elétrico após os seus jogos. 

Mesmo com a popularidade, especialmente entre o público infanto-juvenil, o gadget que marcou a década também ficou famoso pelas falhas de segurança, com casos de explosão e quedas. Com o passar dos anos, outros veículos eletrificados foram ganhando destaque, como os patinetes e bicicletas elétricas.  

Fidget spinner (2017)

O spinner foi um dos gadgets "aleatórios" que marcou os anos 2010
O spinner foi um dos gadgets “aleatórios” que marcou os anos 2010

Apesar de não ser um dispositivo eletrônico, o spinner (ou fidget spinner) foi um dos produtos que marcou os anos 2010. Criado há duas décadas, o brinquedo foi desenvolvido para ajudar crianças com autismo ou transtorno de déficit de atenção. Entretanto, em 2017, o spinner se tornou uma febre geral entre crianças e adultos. 

O gadget é parecido com uma hélice, tem três pontas redondas e é construído em plástico e metal. De fato, o fidget spinner propiciava uma sensação satisfatória ao girá-lo. Talvez isso explique porque todo mundo pirou. Com o auge, surgiram spinners até com luz colorida.

O brinquedo teve sua ascensão há dois anos, porém todo esse sucesso durou pouco. Apesar disso, não tem como não dizer que esse foi um dos gadgets que marcou a década. 

Esses foram os itens que marcaram a década. Nesta lista, podemos ainda incluir outros gadgets: o Google Glass, o sucesso das power banks, Nokia Lumia, Nintendo 3DS, o Motorola Moto G, Moto X e até carros como o Toyota Camry e Modelo S da Tesla

Agora fica a pergunta: quais os gadgets que revolucionarão os próximos 10 anos? Tem alguma aposta? Então deixe a sua opinião aqui nos comentários. 

Fonte: The Verge.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter