Apple Pay chegou ao Brasil: entenda como funciona

Apple Pay
Nada como ter mais um intermediário entre você e suas compras.

Fãs da Apple, regozijem-se! Agora você pode pagar suas contas com o Apple Pay. Tecnologia!

Apple Pay chegou ao Brasil nesta quarta-feira, 4 de abril. Somos o 21º país a receber a tecnologia, e o primeiro da América Latina.

Mas o que é o Apple Pay?

Apple Pay é uma tecnologia que visa substituir a sua carteira física pelo seu smartphone. Nos 20 países em que foi implantada, tem 98% de satisfação, e 80% dos usuários do Apple Watch usam o Apple Pay.

Segundo a empresa, é uma forma fácil, segura e privada de fazer seus pagamentos.

Do que eu preciso para usar o Apple Pay?

Obviamente, você precisa de algum equipamento da Apple. Pode ser um Mac ou um iPhone, desde que eles tenham Touch ID ou FaceID. Embora o sistema funcione bem com o Apple Watch, para usar no reloginho você vai precisar também de um iPhone para a ativação inicial.

IMG 0927 320x190 - Apple Pay chegou ao Brasil: entenda como funciona
A tela de pagamento no Apple Watch.

Já tem isso? Ótimo. O próximo passo é ter um cartão de crédito Itaú. Sim, por enquanto apenas clientes do Itaú podem usar o Apple Pay. Informação dada com exclusividade para o Showmetech diz que não há previsão para incluir outros bancos e que eles estão muito felizes com a parceria com o Itaú. O sistema também não aceita cartões de débito. Ainda. A Apple promete incluir cartões de débito na jogada até o final do ano.

O Brasil tem uma relação curiosa com cartões de crédito. É comum, especialmente em lojas menores, que elas cobrem uma taxa extra para compras em crédito. Perguntei se isso poderia acontecer com o Apple Pay, e fui informado que a Apple não cobra comissões para o uso do serviço, então vai depender de como aquele estabelecimento lida com crédito, o Apple Pay em si não seria um fator determinante.

É seguro?

Segundo a Apple não poderia ser mais seguro. Os representantes da empresa disseram ao Showmetech que a Apple não recebe nenhum dado da sua compra. Nem o que você comprou, nem quanto custou, ou mesmo quando você comprou. O pagamento é feito direto pelo seu cartão de crédito. A Apple literalmente só entra para facilitar sua vida.

IMG 0937 320x190 - Apple Pay chegou ao Brasil: entenda como funciona

A ideia da Apple é que o Apple Pay seja aceito em estabelecimentos grandes e pequenos. Ele já está disponível em lojas como Pão de AçúcarLivraria CulturaStarbucksTrackfieldFast Shop, mas essa lista deve crescer bem rápido.

Quero usar. Como faço?

Caso você seja cliente Itaú, basta cadastrar o seu cartão de crédito no app Wallet. Após uma verificação de segurança, que é feita entre o banco e a Apple, seu gadget ficará com esta forma de pagamento salva e ativada. Caso você tenha um Mac e um iPhone, por exemplo, não vai precisar cadastrar todos os dados novamente, apenas ativar o seu novo gadget.

Cada equipamento da Apple fica com um cadastro só dele. Isso significa, por exemplo, que se você perdeu seu iPhone (seu cabeção!), você pode bloquear os pagamentos remotamente. Isso não vai cancelar seu cartão de crédito, e nem mesmo o Apple Pay nos seus outros gadgets. Vai apenas bloquear aquele telefone específico como forma de pagamento.

Uma vez que tudo estiver instalado e nos conformes, é bem fácil. Basta aproximar seu telefone da maquininha de cartões da loja enquanto segura o botão da impressão digital (ou ativa a Face ID no caso do iPhone X) e bum! Compra realizada. Quando dá tudo certo é bem rápido, mais até do que com um cartão de crédito tradicional. Veja como funciona no vídeo abaixo.

Porém, nas demonstrações que a Apple fez ocorreram alguns erros ao tentar pagar com o Apple Watch. Neste caso, a compra só foi realizada na terceira tentativa.

Para usar em compras online no seu Mac, é necessário usar o navegador Safari, mas o funcionamento também é bastante simples. Basta ter o sistema ativado no seu computador e colocar o seu glorioso dedo na Touch ID. Vivemos mesmo no futuro.

Sou comerciante e quero aceitar Apple Pay. Do que preciso?

Segundo a Apple, basta ter uma maquininha com tecnologia NFC e aceitar os termos de serviço. Parece bem simples e indolor, além de não trazer nenhum custo extra.

Qual é a vantagem do Apple Pay?

A ideia é justamente eliminar sua carteira física. Claro que isso ainda não é possível, então em compras físicas no momento o Apple Pay apenas elimina a necessidade de você carregar o cartão com você para onde for. Podem existir alguns outros mimos além disso. Na FNAC do Shopping Morumbi, por exemplo, quem vai pagar com Apple Pay tem uma fila exclusiva e desconto em produtos selecionados.

IMG 0932 720x540 - Apple Pay chegou ao Brasil: entenda como funciona
Os mimos do FNAC Morumbi.

Para compras online, no entanto, há uma vantagem que eu achei bem legal: a possibilidade de fazer compras sem cadastro. Na demonstração feita pela Apple, eles fizeram uma compra em uma loja online direto pelo Apple Pay, Como o Apple Pay já tem seus dados de pagamento e endereço físico, basta escolher pagar com a tecnologia, dar ok na tela de conclusão da compra e pronto. Aí é só sentar na porta da sua casa e não sair de lá até o produto chegar.

Isso para mim seria uma mão na roda. É comum eu escolher pagar alguns reais a mais em um produto numa loja que já tenho cadastro só para não precisar fazer um novo em outra loja, então o Apple Pay torna todo o processo mais indolor.

Pronto, agora se você tem um produto da Apple e conta no Itaú, já sabe de tudo que precisa para brincar de futuro. O resto de nós vai esperar isso chegar nos outros bancos. Torçamos para que não demore.

og image - Apple Pay chegou ao Brasil: entenda como funciona

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via