Volta às aulas 2019: iPads e Apple Pencil incrementam os estudos

Volta às aulas 2019: iPads e Apple Pencil incrementam os estudos 4
Escolas parceiras da Apple utilizam-se da tecnologia para promover conhecimento e criatividade para alunos

A Apple organizou um evento em Pinheiros, São Paulo, onde compartilhou projetos bem-sucedidos com escolas parceiras na escola St. Paul’s School. Aproveitando a volta às aulas e mais um ano letivo que se inicia, o destaque do encontro ficou por conta das chamadas Apple Distinguished Schools e, como uma instituição é feita por pessoas, os também Apple Distinguished Educators

Essa iniciativa foi apresentada formalmente pela primeira vez em Nova York, e agora é a vez do Brasil de celebrar propostas bem-sucedidas em diferentes áreas da educação e do conhecimento. Ah, vale lembrar que criatividade é a palavra-chave do negócio.

O projeto por si só não é novidade. Agora em sua sexta geração, o iPad já vem sido há algum tempo sendo implementado em salas de aula. O Apple Pencil é outra ferramenta que surgiu para auxiliar processos criativos nas escolas. São dois componentes fundamentais para um projeto que tem como forças motrizes dois lemas essenciais: everyone can code e everyone can create.

Inspiração que inspira

Volta às aulas com a Apple
Alunos do projeto Planeta Educação com iPads em mão. É criatividade e ferramenta para todos

Para se ter uma idéia do compromisso da empresa, muito mais do que apenas equipamentos presentes em sala de aula, com iPads (agora em sua sexta geração) e Apple Pencil, tanto os professores quanto as instituições de ensino que eles representam necessitam e devem passar por uma série de certificações para selar a parceria de fato com a empresa.

Eis aí que entra os chamados Distinguished Schools e Educators. A própria Apple disponibiliza uma bateria de cursos online que, a cada módulo, certifica o usuário. Ao final, o professor ganha a honraria de Apple Teacher, e está apto para implementar ferramentas além daquelas do ensino básico.

Na prática, isso significa que alunos vão ter aulas extracurriculares no próprio período de aula, conceitos de robótica e ferramentas de criação fazem parte do universo da criança desde o princípio, facilitando para que ela possa melhor entender o mundo interconectado que ela se encontra, assim como prepará-la completamente para os percalços futuros. E vai além, claro, isso porque em palavras vagas, não é possível entender a dimensão de que isso significa em sala de aula.

Apple Teachers: grandes vitórias

 Volta às aulas com a Apple
Criatividade é uma das forças mostrizes do projeto da Apple para Educação nas escolas

Tomamos como exemplo a experiência do professor de física Pedro Dincao, da Escola D’Incao de Bauru – SP, uma Apple Distinguished School. Aproveitando a qualidade de scanner do iPads, ele se utilizou de dois aplicativos simples, o Seek Thermal e o Vernier Graphical Analysis, para promover uma experiência laboratorial aos seus alunos. Em um passeio escolar e com iPads em mãos, eles puderam analisar a qualidade da água e terra de um berço de um Rio.

A experiência foi tão bem-sucedida que uma equipe de professores da D’Incao foram até Mariana para coletar amostras do solo após a ruptura da berreira. E os alunos, por sua vez, testemunharam em sala de aula, os efeitos de uma catástrofe ambiental. É conscientização e ciência, tudo ao mesmo tempo.

Na contramão, temos como exemplo o caso de outro Apple Teacher, o Nilson Sá Costa Filho, da Escola Crescimento, também uma Distinguished School. Como professor de matemática, ele encontrou no aplicativo Tynker, um prático exemplo para ensinar codificação para crianças. Isso também promoveu a veia artística de um de seus alunos, que foi capaz de elaborar expontanemante uma trilha no aplicativo por puro instinto.

Mas não é somente aplicativos que fazem com que haja experiências bem-sucedidas em sala de aula. Veja o exemplo do Professor e Apple Teacher Danilo Megura Matsuda, professor de robótica da Escola Pueri Domus e músico nas horas vagas. Apropriando-se do material disponibilizado pelo everyone can code e de ferramentas no iPad já inclusas como o Garage Band, ele pode simular, à alunos do terceiro ano do fundamental, um conceito básico de robótica, isso tudo na batida de We Will Rock You, da banda Queen.

Volta às aulas com Apple
A prefeitura de Osasco, em parceria com a Apple, disponibilizaram iPads para um curso de férias dos alunos de escola pública

Por fim, não pense que apenas escolas do âmbito privado que podem se utilizar destas ferramentas em sala de aula. Em parceria com a prefeitura de Osasco, os professores Allan Nogueira de Almeida e Maria Paula da Silva puderam testemunhar em primeira mão os efeitos positivos do chamado Planeta Educação, um curso de férias em que os alunos do ensino público, por duas horas, puderam brincar e interagir com várias ferramentas dos iPads. O resultado disso foram alunos interessados em ciência e robótica. 

Em um projeto que nasceu lá em 2007, com everyone can code, a Apple vem promovendo novas situações para se explorar o conhecimento e criatividade dos alunos, isso tudo alinhado a um equipamento de ponta. Com a implementação do everyone can create no Brasil no ano passado, somente o tempo vai dizer os impacto positivo no futuro em sala de aulas.

E aí? O que você achou da iniciativa da Apple? Conte para nós nos comentários!

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via