8 editores de vídeo para celular que você tem que conhecer

editor celular capa
Não tem paciência nem tempo para editar vídeos no seu desktop? Trazemos oito opções de editores de vídeo para celular que vão dar outra cara para suas produções de vídeo

Os editores de vídeo para celular são ótimas opções para aos filmmakers amadores que só querem expor suas criações. E muitos smartphones da atualidade, com Android ou iOS, são capazes de ser uma ferramenta prática às mãos de quem está bem acostumado ao touchscreen. Pensando nisso, recomendamos a seguir oito aplicativos com versões 100% ou parcialmente gratuitas para você trabalhar em suas criações audiovisuais.

KineMaster

Tela do KineMaster, um dos editores de vídeo para celular mais fáceis de usar desta lista
KineMaster é um
dos mais simples de usar
(Divulgação)

Um dos editores de vídeo para celular com a interface mais intuitiva de nossa lista, o KineMaster te deixa cortar os vídeos com precisão de frames, tocar até 8 faixas de áudio simultâneas (e mixadas) e adicionar inúmeras camadas de imagem sobre o vídeo, que podem ser tanto texto, escrita à mão, fotos ou até +10 camadas de vídeo.

Editores de desktop já treinados não vão notar dificuldade ao configurar os blending modes, que é como se houvessem filtros 100% personalizados do seu vídeo. Gravações feitas com chroma key – o famoso fundo verde – podem ser destacadas e opções de taxa de frames e taxa de bits para exportação é outra inclusão interessante.

Devido às funções de um editor premium, o editor de vídeos apresenta alguns erros dependendo do aparelho utilizado, de acordo com comentários de usuários em ambas as plataformas mobile. Caso você baixe, vale ficar de olho e fazer alguns testes com a exportação de vídeos mais simples antes de partir para uma longa edição, pois assim você descobre se seu dispositivo dará conta ou não do app.

Disponível para Android e iOS.

Quik

Quik
Quik é da empresa GoPro, fabricante das famosas câmeras de aventura
(Divulgação)

A experiência automatizada do Quik é realmente de tirar o fôlego. Este app, que pertence à GoPro, felizmente não limita a edição somente ao que foi capturado com produtos da fabricante de câmeras.

Então, basta adicionar fotos e vídeos que o sistema sincroniza automaticamente os cortes e transições à música escolhida – esta, tanto da biblioteca própria do Quik como pode ser importada do Dropbox/Google Drive ou uma trilha já baixada no seu dispositivo. Mesmo com a sugestão de cortes feita de forma quase instantânea, você pode refinar a duração dos trechos. Camadas de texto, incluindo emojis, e filtros também podem ser aplicados.

Se você quer vídeos bem editados e não tem a experiência (nem a paciência!) para refinar cortes e transições, o Quik fará o trabalho por você.

O editor de vídeos Quik está disponível de maneira 100% gratuita para Android e iOS.

Splice

8 editores de vídeo para celular que você tem que conhecer
Gratuito e versátil app para quem tem celulares da Apple (Reprodução/WP Epitome)

Com mais de 70 milhões de downloads, o Splice é um editor de vídeos para quem tem iPhone ou iPad e quer uma produção profissional. De prontidão, o maior diferencial dele é poder escolher a proporção de tela (aspect ratio) do projeto logo antes de inicia-lo. Por conta disso, não importa se você quer divulgar o vídeo editado no Instagram em formato quadrado, nos seus Stories ou IGTV com a tela vertical, ou no YouTube – para ser visto com o celular em modo paisagem.

Cada transição de clipe, efeitos de áudio e vídeo e também textos sobrepostos são completamente customizáveis. Por sinal, a linha do tempo tem fácil navegação e você pode inclusive ajustar a velocidade dos clipes inseridos de forma bem intuitiva.

O editor de vídeos Splice está disponível de maneira 100% gratuita para iOS.

FilmoraGo

Tela do FilmoraGo durante um corte de vídeo

FilmoraGo ajuda a abrir trecho exato para edição de jeito simples
(Reprodução; metricleo)

O FilmoraGo é um dos editores de vídeo para celular ideais para compilação de vídeos. Ao selecionar um arquivo, você pode limitar o trecho exato que quer abrir no app, antes de adicionar à linha do tempo minimalista e usar uma transição.

Há como aplicar temas que adicionam filtros à imagem, além de um título relacionado (estilo vinheta) e uma trilha sonora. Opcionalmente, você pode personalizar os componentes de cada tema que deseja utilizar, para o caso de você só querer uma “pegada anos 1980” do visual e não curtir a música predefinida, por exemplo.

Narração, legendas, cortes e filtros adicionais também estão disponíveis. Se isso soar bom demais para ser verdade, ao final do vídeo editado você vai ver um logotipo “FilmoraGo”. Outra opção é pagar R$ 6,99 para a remoção dessa parte, na versão completa.

O FilmoraGo está disponível para Android, iOS e também há o Filmora para desktop.

WeVideo

Screenshot Image
A opção de músicas livres de direito autoral são um ótimo diferencial a quem quer algo mais criativo (Divulgação)

Se você sempre está em troca constante de arquivos na nuvem, o WeVideo pode ser uma boa escolha. Com foco em armazenamento na cloud, ele traz funções para amadores e profissionais se manterem entretidos por horas. Por um lado, a versão gratuita tem biblioteca de música (direito de uso livre) e opção de saída para 4K/UHD. Por outro, esta é como se fosse uma versão de testes com limite de 10GB para guardar na nuvem, o que pode significar pouco a depender do seu uso.

A opção mais em conta de aquisição, para vídeos pessoais, está em 4.99 dólares (mensais, cobrados por ano) ou em um plano mensal de 9.99 dólares (mensais, cobrados por mês), o que é traduzido em R$28,90 e R$57,80 respectivamente. Confira qual mais vale a pena depois de testá-lo!

O WeVideo está disponível para Android, iOS e também tem sincronia com a versão para navegador (PC) Google Chrome.

Adobe Premiere Rush

Imagem com telas ddo adobe premiere rush em diferentes aparelhos
Adobe Premiere Rush sincroniza arquivos na nuvem, o que te ajuda a editar em diferentes aparelhos
(Reprodução/Adobe; editada)

A Adobe possui uma dezena de aplicativos mobile friendly de seus programas para desktop, indo de versões bem completas do Photoshop a uma versão minimalista do Illustrator. Aqui, destacamos o Premiere Rush, que permite captura de vídeo direto do app e, claro, edição.

Você pode ajustar a velocidade da imagem ou do áudio, adicionar trilha sonora e texto animado com presets já inclusos. Um bom diferencial é a sincronia na nuvem, que permite a captura de um vídeo em seu celular para facilitar na edição (com tela maior) em um tablet, por exemplo. Para quem está acostumado ao completo Premiere para desktop, poucos toques na tela funcionarão como mágica.

O Rush deixa três faixas de áudio e quatro faixas de vídeo disponíveis para edição, bem como a opção de optimizar o compartilhamento de suas criações direto nas redes sociais (Instagram, Facebook, Twitter). A única “pegadinha” do aplicativo, que é gratuito, é disponibilizar apenas três exportações de vídeo – caso queira mais, é necessário pagar a assinatura de R$ 43 mensais. A edição completa também conta com 100 GB de armazenamento na nuvem.

O Premiere Rush está disponível para Android e iOS (além de ter versões para Windows e MacOS).

PowerDirector

Tela do PowerDirector durante trabalho de edição com música
Power Director: bom para quem está aprendendo a editar
(Divulgação)

O Power Director é um dos editores de vídeo para celular que te ensina funções das ferramentas disponíveis e torna-se perfeito para ser utilizado por quem quer aprender a editar. Há mais de 400 templates grátis, 30 efeitos de vídeo, dezenas de transições e 65 filtros de imagem. Outro diferencial é a estabilização da gravação, ótima para aplicar a vídeos de esportes.

Outro bom destaque deste editor de vídeos é poder editar e exportar vídeos até em 4K, caso você opte pela versão completa e isso seja suportado pelo hardware do seu smartphone. Detalhe que ele funciona também em Chromebooks e existe uma versão para desktop.

O PowerDirector está disponível gratuitamente para Android e iOS. Infelizmente, o upgrade para a versão premium funciona com uma inscrição anual de R$ 139,99.

Editor de vídeo padrão da Apple

Tela do editor de vídeo iMovie, em que é simples encontrar as opções oferecidas para o trabalho
iMovie: opção prática pra quem usa iOS
(Reprodução; MacWorldUK)

O iMovie faz parte da linha de aplicativos gratuitos disponíveis na App Store. Este editor é bastante intuitivo e completo, sem truques.

Como ele mesmo se vende como um “editor para trailers de filmes de Hollywood”, há 14 templates para você escolher. Os temas, transições e títulos seguem o padrão de qualidade da Apple, que não costuma decepcionar, mesmo por ser otimizado na versão touch – há o editor de vídeos para Mac, também.

Por padrão, você verá que o aplicativo faz a transição “dissolver” entre os clipes, que pode ser desativada caso você prefira. Outro padrão é ele recortar vídeos na vertical a um quadrado, mas você consegue deixá-los em tamanho natural dentro do app. Se quiser ver o resultado em tela cheia, o AirPlay vai te ajudar ao transmitir o vídeo para uma Apple TV. Suas criações podem ser exportadas em 1080p a 60 frames, caso você seja dono de um iPhone 6S ou posterior, ou até em 4K.

O iMovie está disponível para iOS.


Os oito editores de vídeo para celular que você tem que conhecer são:

  • KineMaster
  • Quik
  • Splice
  • FilmoraGo
  • WeVideo
  • Adobe Premiere Rush
  • PowerDirector
  • Editor de vídeo padrão da Apple

Qual destes será a plataforma para suas próximas criações? Conte para nós nos comentários.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter