Traseira s20utra

Hyundai conclui aquisição da Boston Dynamics, de olho na mobilidade

Avatar of bruno martinez
Hyundai conclui aquisição da Boston Dynamics em transação avaliada em cerca de R$ 5,6 bilhões, em conversão direta

A Hyundai Motor Group anunciou ontem (21) que concluiu a aquisição da Boston Dynamics. Com o acordo, avaliado em US$ 1,1 bilhão, a Hyundai passa a deter o controle acionário da Boston Dynamics, com 80% das ações, enquanto uma afiliada da multinacional japonesa SoftBank detém os outros 20%. 

A novidade já tinha sido anunciada no final de 2020, mas o conselho das companhias precisavam finalizar a transação. Fundada por Marc Raibert em 1992, em uma parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a Boston Dynamics começou a operar de maneira autônoma depois de romper o MIT. Desde então, a empresa foi vendida três vezes. A primeira vez foi para a Alphabet, dona do Google, em 2013. 

Em 2017, foi a vez do SoftBank e, agora, a maior parte das ações da empresa ficam nas mãos da montadora sul-coreana. Apesar de ser famosa pelo cachorro robô Spot, que começou a ser vendido ano passado nos Estados Unidos por cerca de US$ 74.500,00, o foco da Boston é desenvolver soluções industriais, o que deve ser bastante explorado pela Hyundai. 

Aquisição da boston dynamics
A aquisição da Boston Dynamics pode auxiliar a Hyundai a avançar no campo da mobilidade urbana, impulsionando projetos como o carro voador desenvolvido com a Uber

Como a aquisição da Boston Dynamics, Hyundai dá um passo importante no campo da robótica

Em comunicado, a Hyundai informou que um dos objetivos da aquisição da Boston Dynamics é assegurar sua liderança no mercado de robótica, além de investir em soluções com foco na mobilidade urbana. 

A montadora também pretende  aproveitar os pontos fortes de ambos os negócios como “manufatura, logística, construção e automação” para otimizar o desenvolvimento de novas tecnologias. E ainda impulsionar áreas como “direção autônoma, inteligência artificial (IA), mobilidade aérea urbana, fábricas inteligentes e robôs”. 

Vale ressaltar que a Hyundai tem planos para lançar seu primeiro carro voador, em parceria com a Uber, até 2025. Além de ter sido apontado como uma possível parceira para a produção do carro autônomo e elétrico da Apple.

Apesar de não ter tocado no assunto, a Hyundai parece interessada em afastar as polêmicas recentes envolvendo o uso do cachorro robô Spot por militares e policiais. No vídeo promocional divulgado pelo grupo, o Spot só aparece auxiliando as pessoas, seja em situações de rotineiras, como cão-guia ou ajudando em hospitais, por exemplo.

Fonte: PRNewsWire; Engadget; Boston Dynamics

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados