REVIEW: Notebook Lenovo Ducati 5 combina estilo e velocidade

Notebook lenovo ducati 5 combina estilo e velocidade
O Lenovo Ducati 5 é um notebook belíssimo que combina o estilo das motos da Ducati com a velocidade dos produtos da Lenovo

A Lenovo anunciou, mais cedo neste conturbado ano, uma parceria com a fabricante italiana de motocicletas Ducati. Dessa união surgiu o notebook Lenovo Ducati 5, um aparelho destinado aos fãs ferrenhos da modalidade de motovelocidade. O primeiro aspecto que chama a atenção, logo que você abre a caixa, é o cuidado com o qual o notebook foi desenhado. Além disso, ele vem dentro de uma pequena maleta bastante simpática e útil, cuja foto você pode ver logo abaixo.

Caixa de papelão onde o notebook lenovo ducati 5 vem, com uma pequena alça vermelha que se assemelha a uma maleta.
Tirando o fato de que a maleta é um tanto grande, ela é muito bonita e estilosa.

O Lenovo Ducati 5 é um computador exclusivo e, por isso, são poucas as unidades disponíveis para compra. Por se tratar de uma linha de luxo, com um consumidor bastante específico em mente, o preço faz jus ao status do notebook. Convém dizer, já agora, que o seu ponto forte está na produtividade, palavra que ganhou tanta importância em tempos pandêmicos de home office. Tendo em vista esse foco, será que vale a pena investir nesse modelo? Bem, você descobrirá a resposta seguindo esse review.

Design

O atrativo principal do Lenovo Ducati 5 é o design. Bastante belo, quase como uma versão pós-moderna, tecnológica e minimalista do sublime de Edmund Burke, o notebook da Lenovo é um verdadeiro colírio para os olhos, desde a caixa até o dispositivo em si. Já mencionei a caixinha no parágrafo de introdução, então fica aqui só a lembrança dela – a caixa interior, por sua vez, combina com as cores do próprio computador, prata e vermelho, com tons de preto fosco por dentro que realçam as duas cores mais vivas.

Sobre o notebook em si: o chassi é feito de alumínio, portanto, muito bonito. Pessoalmente, sou adepto de cores mais escuras, mas esse modelo realmente cativou meus olhos. O prata do alumínio combina em gênero, número e grau com as faixas vermelhas presentes no computador – simulando com perfeição o design das motos da Ducati, em especial as da linha Panigale.

Teclado do lenovo ducati 5 visto por cima, bastante simples e agradável de se digitar.
O teclado do Lenovo Ducati 5 é gostoso, com as teclas macias e que se adequam bem aos dedos.

É agradável também digitar no teclado, que vem equipado com luzes de LED. Essa tendência mais moderna de se equipar os eletrônicos com luzes ajuda, principalmente, aqueles que trabalham no período noturno ou em lugares pouco iluminados. Gosto bastante desse tipo de detalhe e o Lenovo Ducati 5 não me deixou na mão nesse sentido.

Segundo o manual de instruções, o tipo de letra que estampa o número de série do notebook é o mesmo usado pela empresa italiana para marcar as peças das motos de edições especiais, normalmente as de edições de colecionador. Isso demonstra o quão exclusivo esse design busca ser, principalmente para os entusiastas da motovelocidade. Se, por outro lado, você não é muito ligado nesse mundo, talvez essas informações não façam tanta diferença assim.

Sobre detalhes mais técnicos e específicos: o notebook não pesa nem dois quilos, muito em parte por seu estilo ultrafino e pela tela de 14 polegadas que abordarei a seguir. A espessura, por sua vez, é de 17mm, o que atesta a leveza que apontei na frase anterior. Essas características fazem com que o Lenovo Ducati 5 seja bastante fácil de carregar por aí, principalmente com o case de proteção que acompanha o produto e que, segundo dados também do manual, foi desenhado para caber em compartimentos das motos Ducati. Não posso garantir a veracidade disso pois não tenho moto, quanto mais da Ducati, mas tudo indica que seja verdade.

O computador vem com quatro portas laterais mais um leitor de cartões 4 em 1 (SD, SDHC, SDXC e MMC). São duas entradas USB 3.2, uma entrada USBC-C e uma entrada HDMI, sendo que estas duas permitem que o usuário conecte até dois monitores simultaneamente. Nada de anormal aqui, são portas comuns e estão em posições convencionais, então imagino que não causem problemas. E, por falar em toque, o botão de ligar e desligar, posicionado na parte superior direita, possui um sensor de digitais. Ele demorou 3 tentativas na primeira vez em que o usei, mas depois foi de primeira, então basta ter paciência no início.

Case do lenovo ducati 5, feito de couro e todo preto, com as cores da bandeira italiana na parte superior
Cheiro bom de carro novo e espaço adequado ao notebook Lenovo Ducati 5 fazem com que esse case seja bem útil.

Já sobre o próprio case, vale dizer que ele é elegante e cumpre seu papel. Não o levei para nenhum lugar distante por motivos de quarentena e Brasil, mas quem o fizer com certeza não se arrependerá. Ah, ele tem um cheirinho bom de couro recém feito também.

Tela e áudio

Notebook da lenovo ducati 5 num ambiente relativamente iluminado com um vídeo de 1080p do youtube aberto
Assistir vídeos no YouTube é uma boa pedida, considerando que a qualidade é ótima. O vídeo em si é do canal Dead Meat, de análises de filmes de terror e contagem de mortes neles, encabeçado pelo James e pela Chelsea.

A tela é de 14 polegadas, Full HD e com WVA antirreflexo. Ou seja, é uma tela de tamanho razoável para um notebook ultrafino. As partículas de cristal líquido que constroem as imagens garantem maior nitidez na hora do uso e, felizmente, impedem muitas distorções, independente do ângulo de visão. Em tese, a tela não deveria escurecer muito quando colocada contra a luz, mas, na prática, isso não funciona tão bem. Não se você quiser economizar bateria, pelo menos, já que há o modo de alto desempenho e o modo de conservação da bateria, e essa função é mais notável quando em alto desempenho.

De todo modo, é uma boa pedida tanto para quem gosta de assistir filmes na Netflix ou vídeos no YouTube quanto para quem gosta de trabalhar em ambientes mais escuros, como o Starbucks, por exemplo. No geral, a qualidade da imagem foi bem satisfatória e não me decepcionou. Mas, até aí, sou uma pessoa fácil de agradar nesse sentido, basta colocar Blade Runner 2049 em qualquer tela que já babarei em cima da imagem.

Câmera do lenovo ducati 5, que possui um mecanismo de bloqueio de imagem por questões de privacidade
Deslizando o pequeno botão em cima da câmera, o usuário ativa ou desativa o obturador de privacidade.

Na parte superior há uma simpática câmera que serve ao seu propósito. Assisti a algumas aulas da faculdade nesse sombrio e horroroso modelo à distância improvisado usando a webcam e, bem, tirando o desgosto de ver meu próprio rosto, os professores ficaram felizes em ter um aluno com a câmera aberta. A qualidade dela é alta e, brincadeiras à parte, é possível ver tudo aos arredores de quem a ativa. Portanto, use-a com sabedoria.

Um detalhe bem interessante por parte da Lenovo foi adicionar um mecanismo de privacidade à câmera, chamado, de acordo com eles, de “obturador de privacidade”. Obturador, aos que não estão familiarizados com o termo, não é uma ferramenta de tortura do dentista; é, na verdade, aquele mecanismo presente em câmeras fotográficas que se fecha rapidamente ao tirar uma foto, normalmente usado para controlar a passagem de luz. No caso do Lenovo Ducati 5, ele é usado para impedir que terceiros vejam você. Um tanto triste que isso precise existir, mas infelizmente o mundo é assim.

Sobre o áudio: usando o computador sem fones, foi possível ouvir claramente e sem ruídos o que estava sendo tocado no momento, mesmo nos volumes mais altos. Isso inclui vídeos duvidosos no YouTube, músicas de bandas de black metal underground da Bielorrússia e áudio livros. Imagino que também tenha ouvido alguém me xingando no Valorant, mas pode ser que essa parte tenha sido fruto da minha imaginação.

De todo modo, o Lenovo Ducati 5 é certificado com o Dolby Audio e as saídas dos alto-falantes estão viradas para o usuário, então, independente do som tocado, é provável que o usuário o ouça com nitidez. Dito isso, prossigamos ao nosso próximo passo da análise, que é o desempenho.

Desempenho

Parte traseira do lenovo ducati 5, onde é possível ver a saída de ar que se parece com a de uma moto
A parte inferior do notebook não esquentou em nenhum momento, mesmo com várias coisas abertas ao mesmo tempo.

Agora começa a parte mais interessante. O carro chefe do Lenovo Ducati 5 é um processador Intel Core i5 de décima geração que, por si só, já é bastante coisa. Junto a ele temos 8 GB de memória RAM, 1 terabyte de armazenamento por meio de SSD e uma placa gráfica integrada da Intel, a UHD Graphics.

Mas espera, você disse que a placa de vídeo integrada é a UHD Graphics?

Torchlight 2 rodando no lenovo ducati 5
A qualidade geral do jogo (Torchlight 2) está no médio. Felizmente não testemunhei nenhum engasgo, por assim dizer, e o jogo fluiu com bastante leveza. Em definições mais altas, no entanto, ele travou bem mais.

Sim. E esse talvez seja o maior defeito do notebook. Isso significa, na prática, que ele não é muito indicado para rodar jogos. Joguei, por exemplo, Torchlight 2, um jogo de 2012, e a configuração máxima que o PC aguentou foi a média. Claro, você pode jogar com gráficos altos, mas terá que sacrificar muito do desempenho e, convenhamos, não é isso que um usuário comum deseja. Tendo isso em vista, você consegue, sim, rodar vários jogos, inclusive recentes, desde que aceite que os gráficos dificilmente vão passar do médio.

Mas tudo bem, porque o notebook não se propõe a esse tipo de atividade. Ele não é um aparelho com a marca “gamer”, então não podemos exigir isso dele. Ou não poderíamos, não fosse o preço, mas essa parte eu deixo para comentar mais adiante. De qualquer forma, se você quiser trabalhar com algum software de edição de imagens 3D ou mesmo edições de vídeo, ele também não é muito recomendado. Diria que o Lenovo Ducati 5 é o portátil perfeito para quem gosta de trabalhar no escritório ou naquele café clássico.

Captura de tela de várias guias abertas no notebook da lenovo
O Lenovo Ducati 5 brilha na hora de realizar várias tarefas, muitas delas mais “de escritório”, por assim dizer. Nesse momento, além dessas três, eu tinha mais 8 guias abertas no Edge.

Ao observar o desempenho dele acerca de múltiplas guias, PDF’s e arquivos abertos, vê-se onde ele realmente brilha: na execução de tarefas. Se você, como eu, é meio maluco e gosta de estudar ou trabalhar com várias coisas abertas ao mesmo tempo e, depois de 10 minutos, perde a sanidade procurando a primeira guia do navegador, pode confiar que o notebook não vai travar e te deixar ainda mais possesso. Na verdade, com várias coisas assim, ele sequer esquentou.

Sei que ele possui o Wi-Fi 6, que garante bem mais velocidade na hora de executar determinadas tarefas e ainda impede a interferência externa. Infelizmente, não possuo a tecnologia disponível no meu roteador, que é um jovem senhor da TP-LINK já com seus bons 5 ou 6 anos. Não posso atestar, portanto, se essa função é de fato tão boa quanto parece ser, mas ficam aqui os meus desejos de que ela seja.

Bateria

A bateria é sempre uma questão pertinente quando falamos sobre notebooks. No caso do Lenovo Ducati 5, ela durou em torno de 8 horas comigo. Há de se levar em consideração que, primeiramente, usei o dispositivo focando no desempenho e, assim, escrevi algumas coisas no Word, estudei e vi algumas vídeo aulas. Depois, tentei jogar um pouco também, ainda no modo de alto desempenho. Lógico que, nesse sentido, a bateria vai durar menos.

Um ponto bastante chamativo do Lenovo Ducati 5 é o carregamento rápido. Em menos de 2 horas o notebook já estava pronto para outra bateria de uso, o que me surpreendeu positivamente. Dessa vez, usei o modo de economia de energia, não joguei nada nem vi nenhum vídeo, focando somente nos estudos. A bateria rendeu, nesse caso, quase 12 horas de duração, o que foi o suficiente para mim.

Levando em consideração essa recarga rápida, a Lenovo disponibilizou também um sistema de carregamento rápido, no qual, em apenas 15 minutos de carga, você consegue energia o suficiente para fazer o Lenovo Ducati 5 rodar por mais três horas, em média. Isso é especialmente útil quando não se está em casa e o prazo de um determinado trabalho está chegando. Colocando o aparelho para carregar por tão pouco tempo, você ainda pode fazer várias tarefas. O verdadeiro sonho dos chefes no home office.

Custo-benefício

Caixa interna do lenovo ducati 5, prateada com o símbolo da marca ducati em vermelho, prata e preto na frente
A beleza está, inclusive, nas várias caixas que acomodam o produto. Mas e o preço?

Agora entro num terreno relativamente espinhoso. Quanto é o custo-benefício hoje, no Brasil de 2020, em plena pandemia e em crise? Será que sequer existe um custo-benefício, ainda mais considerando a alta do dólar e o tanto que ela afeta as peças e os computadores como um todo?

Com preço sugerido de R$ 9.999 — e encontrado no varejo por volta de R$ 8.500 — o Lenovo Ducati 5 é um computador premium, destinado àqueles que querem, de fato, se destacar e diferenciar. É uma peça exclusiva que aposta justamente nessa exclusividade para vender, mesmo com o preço alto. E aposta, também, em quem gosta de motovelocidade, claro. Dito isso, se você for um fã assíduo do esporte, adorar o design e tiver um investimento razoável sobrando, não tenha medo de comprá-lo.

Conclusão

O Lenovo Ducati 5 é um computador ótimo, embora caro, que aposta no seu design único e na sua exclusividade para alcançar um grupo bastante específico de consumidores. Ele é ótimo para quem trabalha com o notebook e ainda melhor para quem precisa levar o computador para todos os lugares, principalmente com o case que acompanha o dispositivo.

Não é o aparelho ideal para jogos ou para edições de imagens pesadas ou mesmo de vídeos, mas é o aparelho ideal para quem gosta de trabalhar com multitarefas. Como ele se propõe a fazer justamente isso, o consumidor sabe o que comprará. Ah, as imagens são realmente muito boas, tal qual o sistema de áudio também, o que faz com que assistir coisas nele seja bem proveitoso. Ademais, o armazenamento é grande, então é pouco provável que o usuário tenha problemas nesse sentido.

Interessante ainda é o sistema de segurança acoplado à câmera, bem como a função de reconhecer a digital do usuário por meio do botão de ligar e desligar. Parecem detalhes bobos, mas eles realmente fazem a diferença na hora de se pensar na privacidade.

Enfim, se você possui os recursos necessários e quer uma máquina exclusiva, talvez o Lenovo Ducati 5 seja a peça perfeita, e está disponível na loja do Showmetech no Magazine Luiza.

Especificações técnicas do Lenovo Ducati 5

Peso1,38 quilos
Dimensões321,57 x 211,59 x 19,9 milímetros
Tela14″ Full HD (1920 x 1080) – WVA Antirreflexo
ProcessadorIntel® Core™ i5 de 10ª Geração
GráficosIntegrada Intel® UHD Graphics
Armazenamento1TB SSD M.2 PCIe NVMe
Memória RAM8GB DDR4 soldado
CâmeraHD 720P com microfone
Bateria3 células de 57Wh até 11 horas com carregamento rápido
Entradas2x USB 3.1 (1 sempre on)
1x USB-C (com função de carregamento e DisplayPort)
1x HDMI
Leitor de Cartões 4 em 1 (SD, SDHC, SDXC, MMC)
Combo Audio Jack Headphone/mic
ConectividadeWiFi 6 (802.11 ax 2×2)
Bluetooth® 5.1
CorPrata com listra vermelha Ducati
PreçoSugerido: R$9999,00 | Disponível: R$8500,00
  • Design - 9/10
    9/10
  • Tela - 8/10
    8/10
  • Desempenho - 8/10
    8/10
  • Áudio - 9/10
    9/10
  • Bateria - 9/10
    9/10
  • Custo-benefício - 5/10
    5/10
8/10

Lenovo Ducati 5 (2020)

Um notebook premium ótimo, embora caro, destinado a um público consumidor bastante específico

Pros

  • Design único e exclusivo
  • Tela com qualidade muito boa
  • Bom sistema de áudio
  • Ótimo para quem trabalha bastante ou com várias coisas ao mesmo tempo
  • Leve e fácil de carregar
  • Privacidade é um ponto central

Cons

  • Relativamente frágil
  • Custo alto
  • Placa de vídeo incompatível com o preço do aparelho
Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter

Gostou? Ajude a gente