Conecte-se conosco

Android

Review: Samsung Gear IconX

Diferentemente dos AirPods, a proposta do IconX foca em atletas. Exatamente por isso ele é fixado de forma justa no ouvido.

O conceito de earbuds/intra-auriculares com conexão Bluetooth é algo relativamente novo. Alguns fabricantes, como a Apple e a Motorola/Lenovo, abandonaram o conector de fones ouvidos em suas gerações mais recentes, o que gera uma oportunidade de mercado interessante para modelos sem fios. Estes não são novos, ainda que o mercado focasse quase exclusivamente em headsets. Afinal, há espaço para instalar uma bateria maior, enquanto os intra-auriculares possuem dimensões reduzidas. Até então, fabricantes optavam por uma abordagem com um arco, caso do LG Tone e do Gear Circle da própria Samsung.

img_0323

Agora temos uma abordagem diferente, com os earbuds separados, cada um deles com uma bateria individual, e um case também utilizado para carregá-lo. Essa é a proposta dos AirPods da Apple, assim como do Gear IconX, que vamos conhecer nas próximas linhas.

Design e construção

Diferentemente dos AirPods, a proposta do IconX foca em atletas. Exatamente por isso ele é fixado de forma justa no ouvido, contando com um arco exterior para deixá-lo ainda mais firme. De fato, ele não escorrega durante o uso, seja andando, seja correndo. Mas não podemos deixar de registrar que, depois de uma hora de uso, ele começa a incomodar.

img_0319

O modelo que recebemos tem cor preta, e mesmo assim ele é bastante discreto. Por vezes, outras pessoas não notavam que estávamos usando-o, e o fato de ele ser intra-auricular certamente intensifica esse fato, isolando boa parte dos ruídos externos de forma passiva.

img_0317

O carregador/case do IconX é bastante pequeno, cabendo tranquilamente no bolso ou na mochila. Além de proteger os fones, ele tem a função de carregador. Basta guardar e fechar a tampa para que ele comece a ser recarregado, com LEDs individuais indicando o estado da bateria (vermelho: carregando – verde: bateria a 100%). Para carregar o carregador (exatamente), há uma porta micro USB na parte traseira, também contando com um LED dedicado.

Setup e qualidade de som

Tecnologicamente, o IconX é bem moderninho. Não há botões físicos: basta colocá-lo no ouvido para ativá-lo, com o sensor infravermelho ligando-o automaticamente. Também não há um switch de liga/desliga, de forma que, para ligá-lo, basta retirá-lo do case.

img_0310

Depois de pareá-lo com o smartphone, as opções de controle são habilitadas. A região externa do IconX é, na verdade, um touchpad com as seguintes funções:

  • 1 toque: pausar/resumir as músicas;
  • 2 toques: troca de faixas;
  • Deslisar para cima/baixo: controle de volume;
  • Toque quando recebe uma chamada: atender;

Sim, mesmo com o tamanho reduzido, ele possui um microfone. Que funciona muito bem, aliás, já que a qualidade da chamada não ficou comprometida. Vale lembrar que ele também funciona com o iOS, não havendo comprometimento de qualidade ou funções.

img_0314

Em relação à qualidade, bom, esperávamos mais. Não há suporte a AptX, de forma que o IconX trabalha com uma conexão genérica de áudio Bluetooth. Isso não significa que a qualidade do som é baixa, porém. Mas sinceramente teríamos dificuldade em diferenciá-lo dos fones com fio inclusos na linha Samsung Galaxy.

Bateria e extras

Aqui temos o “calcanhar de Aquiles” do IconX. Diferentemente do que a Samsung informa, conseguimos um máximo de 2 horas e alguns poucos minutos com uma única carga. Ainda que seja algo esperado, considerando o seu tamanho, é certamente um valor abaixo do esperado. Como comparação, o Quantum LIV consegue funcionar por até 20 horas com uma única carga.

img_0324

Ainda assim, é um resultado esperado. Afinal, cada um dos fones tem apenas 47 mAh de bateria. O próprio case tem 315 mAh de capacidade, valor suficiente para recarregar completamente os fones duas vezes. Aliás, esses dois valores nos deixam preocupados, já que isso certamente acelerará o uso de ciclos de recarga do IconX.

Essas duas horas se transformam em duas horas e meia com músicas reproduzidas da própria memória interna. São 4 GB de capacidade combinando ambos, o suficiente para algumas boas dezenas de músicas com bitrate médio. Para transferir músicas para o IconX é necessário guardá-los no case, instalar o adaptador e conectá-lo ao PC. Essa combinação serve também para atualizar seu software.

img_0325

O monitoramento dos batimentos cardíacos é feito através do S Health nos modelos Galaxy. Caso o seu modelo seja de outra marca, você pode optar pelo Strava ou pelo Map My Run, bastando ativá-los no smartphone para começar a contagem.

Conclusão

Ainda estamos nas primeiras gerações do Gear IconX e concorrentes, o que significa que há muito o que melhorar. Como qualquer produto com um novo conceito, seu preço não é nada convidativo: R$ 999. Ainda assim, ele é mais barato do que os AirPods da Apple (R$ 1399), o que é curioso, já que os preços americanos são invertidos: US$ 159 (AirPods) e US$ 199 (Gear IconX).

Ele vale o seu investimento? Sim se você está disposto a experimentar o conceito, já que ele é um dos primeiros modelos com essa proposta. Agora, considerando suas características, talvez seja melhor esperar uma próxima geração. Não somente do IconX, mas sim de fones com esse conceito, de uma forma geral. Em especial para quem não quer se preocupar com a autonomia de bateria, de longe o principal problema que encontramos.

Samsung Gear IconX

Samsung Gear IconX
7.3

Design

9/10

    Material

    9/10

      Desempenho

      8/10

        Preço

        7/10

          Bateria

          5/10

            Pros

            • Conceito inovador
            • Memória interna
            • Tecnologias internas

            Cons

            • Bateria
            • Qualidade som mediana
            • Preço alto

            Apaixonado por livros e ávido devorador de conteúdo, passa um bom tempo separando o que é informação e o que é ruído.

            Comentários

            Mais de Android

            Dica

            Dicas para se preparar para a Black Friday

            Computadores

            Dicas para se preparar para a Black Friday

            Por 27 de junho de 2017
            Advertisement

            Mais Lidas

            Advertisement

            Reviews

            Cultura Geek

            Tutoriais

            Subir