Conecte-se conosco
xperia Z1

Android

Review: Sony Xperia Z1 (C6943)

Lançado no início do mês no Brasil, o Xperia Z1 é um concorrente de peso no mercado de smartphones high-end. Confira no review nossa avaliação deste aparelho.

xperia Z1

Sem dúvidas, 2013 é um ano de mudança na Sony Mobile. A empresa japonesa reformulou sua estratégia e veio com tudo para brigar com as fabricantes consolidadas no mercado de smartphones. Até o momento tem se destacado e apresentou uma série de novos aparelhos modernos e com design diferenciado. O Xperia ZQ, lançado no Brasil em abril, foi um sucesso de vendas, indicando que a empresa está no caminho certo.

A atual aposta da Sony é o novíssimo Xperia Z1. Lançado mundialmente em setembro, o top de linha possui algumas das tecnologias mais avançadas disponíveis no mercado.

O Showmetech teve a oportunidade de testa-lo e contará neste review como o aparelho se saiu no nosso período de testes.

Resumo

Pontos Positivos Pontos Negativos
Design e acabamento Grande e pesado
Resolução e nitidez da tela Tela não aproveita dimensões do aparelho
Câmera de 20,7 MP Software da câmera
Resistente a água e poeira Bateria não removível
Botão dedicado pra fotos Tempo de processamento das fotos
TV Digital Informação da operadora

Layout e acabamento

“Nossa! Que aparelho bonito!” foi a primeira coisa que pensei ao abrir a caixa do Xperia Z1. Ele é formado quase que completamente por vidro, possuindo alumínio apenas nas laterais. Mesmo assim, a impressão que se tem é de um aparelho muito resistente. Com 170g e dimensões de 144 x 74 x 8.5 mm, o smartphone é um pouco maior e mais pesado que seus concorrentes. Isso é devido ao fato de ter uma câmera de 20,7 MP e ser o único com suporte a TV digital e a prova d’água.

xperia Z1

Por ser um aparelho resistente à água, o Xperia Z1 não possui nenhuma abertura, com exceção da entrada para fone de ouvidos na parte superior. Ele conta com três tampas: uma para o SIM card (lado esquerdo), uma para o cartão de memória micro SD e uma para a entrada micro USB (ambas do lado direto). Todas são muito discretas e fáceis de serem abertas.

Na lateral direita do aparelho encontra-se o botão Power ao centro, seguindo o padrão da linha. Abaixo dele, há o botão de volume e o botão dedicado para fotos. Na parte de cima fica a entrada do micro SIM, que é um pouco chata de se manusear.

Xperia Z1Xperia Z1

Na lateral esquerda existem as entradas para micro SD e micro USB, em uma posição que não atrapalha o uso durante o carregamento. Um pouco abaixo, há a abertura para conexão com dock. Por foto achei que seria feia ou que incomodasse/machucasse a mão, mas me enganei. Ela é bonita e bem acabada.

Xperia Z1Xperia Z1

A parte de baixo é praticamente toda tomada pelo alto-falante. Confesso que me irritei um pouco quando minha mão tampava a saída e o som ficava abafado, mas esse problema é facilmente resolvido segurando o aparelho com a outra mão.

Xperia Z1

A traseira do Xperia Z1 possui a câmera de 20.7 megapixels, flash e as inscrições: NFC, Sony e Xperia.

Xperia Z1

Display

O display do Xperia Z1 é TFT LCD de 5″. As dimensões do aparelho são mal aproveitadas, já que é maior que o Xperia ZQ, por exemplo, e a tela é do mesmo tamanho. Sua resolução é 1080 x 1920 pixels com densidade de 441 ppi. A Sony ainda implementou as tecnologias Triluminos e X-Reality Engine, que garantem mais nitidez e brilho.

Xperia Z1

Lock Screen: Xperia Z1 x Xperia ZQ

A tela é realmente muito bonita e possui cores fortes. Ajustando-se o brilho no nível máximo, percebi que ela é ainda mais clara que o display do Xperia ZQ. Assim como no ZQ, a tela do Xperia Z1 é facilmente visualizada em condições de muita luz.

Xperia Z1

Home: Xperia Z1 x Xperia ZQ

Felizmente, o problema de visualização da tela em alguns ângulos que existe no ZQ foram corrigidos no Xperia Z1.

Velocidade e desempenho

O conjunto processador Snapdragon 800 Quad-core 2.2 GHz Krait 400 com GPU Adreno 330 é impressionante. Durante todo o período de testes não tive problema algum de lag ou travamento. E confesso que voltar ao Xperia ZQ foi como usar um Pentium II nos dias de hoje. Uma diferença sem explicação.

Veja os testes de benchmark mostrando a perfomance do Xperia Z1.

benchmark xperia z1 1benchmark xperia z1 2benchmark xperia z1 3benchmark xperia z1 4

Interface do usuário

A interface do usuário (user interface) da Sony é bonita e prática, porém duas coisas me incomodaram. Na home, os pontos que indicam as páginas ocupam muito espaço na tela e eu não consegui retirá-los. Além disso, não é possível fazer scroll infinito das telas. São pequenos detalhes, mas que fazem a diferença no resultado final.

Xperia Z1

O dock e a barra de notificação são semi-transparentes e dão a sensação que a tela é melhor aproveitada. Os “small apps”, marca registrada em toda a linha Xperia, também marcam presença no Z1. Com eles é possível usar alguns aplicativos por cima do que está sendo mostrado na tela, deixando algumas operações mais fáceis e práticas.

A “gaveta” de aplicativos também é semi-transparente e não possui scroll infinito. Porém, estando na primeira página, ao deslizar a tela para a direita, surge um menu à esquerda com opções de configuração de aplicativos (organizar, desinstalar e favoritos) e fácil acesso às lojas Play Store e Sony Select (seleção de aplicativos da Sony).

Xperia Z1Xperia Z1Xperia Z1

O teclado padrão da Sony é excelente. Eu, que amo o Swiftkey incondicionalmente e já declarei todo meu amor por ele aqui, não senti falta e me adaptei ao teclado da Sony facilmente. Isso porque, assim como o Swiftkey, você dá acesso de leitura do seu email e redes sociais, possibilitando que seja criado seu próprio dicionário. Assim, a predição de palavras e o corretor se tornam ferramentas que auxiliam de verdade na digitação.

A única coisa que detestei na UI é a informação da rede na barra de notificação. Não sei se a culpa é da Sony, da operadora ou da Anatel. O que sei é que isso é irritante, pois não é possível retirá-la e o tempo todo você acha que tem uma notificação e não tem.

xperia z1 xperia z1

[Update 27/11/13]
Este tutorial ensina como retirar a notificação. É rápido e fácil.

Resistência

O grande diferencial do Xperia Z1 são os padrões de resistência IP55 e IP58. Eles indicam que o aparelho pode ficar submerso por até 30min a 1,5m de profundidade e a poeira não atrapalhará o funcionamento dos componentes internos.

Tirar foto na piscina e conversar no whatsapp no banho não tem preço. Porém, é importante lembrar que o toque não funciona se a tela tiver muito molhada e os padrões não garantem resistência à água salgada. Ou seja, nada de levar o Z1 pro mar.

Os mais desastrados imediatamente pensam o que aconteceria caso o aparelho formado todo de vidro caísse no chão. Por isso, o pessoal do Android Authority fez o teste de queda e o resultado pode ser visto no vídeo abaixo.

Apesar de ter resistido muito bem às quedas, o smartphone parou de funcionar, o que é uma pena. :/

Câmera

Equipado com sensor Exmor RS™ de 1/2.3”, a câmera traseira do Xperia Z1 possui 20.7 MP e flash de led. A qualidade das fotos é muito boa, porém não é excelente. Mesmo assim, durante o período de testes, por diversas vezes amigos meus (proprietários de Galaxy S4 e iPhone) pediram o Z1 para tirar fotos, pois o resultado era melhor.

Em condições com boa luminosidade, a câmera faz um excelente trabalho. Porém quando a iluminação não está favorável, a câmera pode não produzir fotos com boa qualidade mesmo utilizando flash ou HDR. Para não alterar a resolução das fotos, postei algumas (poucas) no Skydrive.

A câmera do Z1 inicia-se surpreendentemente rápido ao pressionar e segurar o botão dedicado a ela. Mas o tempo de processamento da foto após ter sido tirada é alto e, mesmo existindo o recurso que permite tirar várias fotos, às vezes queremos tirar duas e esses poucos segundos podem ser decisivos.

Outro ponto negativo é o modo automático (superior auto), que não faz as melhores escolhas e, na maioria das vezes, para se ter uma boa foto o ideal é fazer a configuração manual de acordo com o ambiente, luminosidade, etc. Porém, para acessar os ajustes são necessários aproximadamente 4 toques enquanto no ZQ apenas dois eram necessários para a mesma função.

O software de câmera do Xperia Z1 possui algumas funções interessantes como efeitos de realidade aumentada para fotos e vídeos, a possibilidade de compartilhar vídeos em tempo real no Facebook e um aplicativo que dá informações sobre lugares/objetos que forem fotografados.

A câmera frontal é de 2 MP e fica localizada na parte de cima do aparelho. Parece que a Sony desistiu de manter embaixo como no ZQ (ainda bem!).

Xperia Z1Xperia Z1

Xperia Z1Xperia Z1Xperia Z1

Xperia Z1Xperia Z1

Armazenamento

O Xperia Z1 possui armazenamento interno de 16 GB (11,79 GB disponíveis para o usuário) e suporte a microSD até 64 GB. Assim como outros Androids com versão 4.0+, não é possível transferir apps para o cartão de memória.

Ligação e conexões

As ligações passam pelo Xperia Z1 normalmente, sem atraso, com voz nítida e volume excelente. Aliás, o aplicativo de agenda telefônica ficou muito bonito. Dá até vontade de fazer mais ligações (ok, sem exagero).

O smartphone possui conexão Bluetooth 4.0 e NFC, mas infelizmente não possui infravermelho.

Um problema que existia no Xperia ZQ e foi corrigido é a “sensibilidade das antenas”. É notável a melhora na recepção dos sinais wi-fi e das redes das operadoras. O handover (troca) entre as tecnologias (4G e 3G, principalmente) é consideravelmente mais rápido.

O Xperia Z1 também tem suporte a TV digital, o que pra mim é uma grande bobagem. Mas a recepção é boa e a imagem também, mas isso depende muito da localidade.

Bateria

A bateria do Xperia Z1 é de Li-Ion com capacidade de 3000 mAh não removível. Isso significa que consegui até 14hrs de autonomia com brilho baixo, wi-fi, 4G e Bluetooth (sincronizando com o Smartwatch 2) ligados o tempo todo.

No meu uso, notei que a tela é a grande vilã da bateria. Nos testes que fiz com brilho total, consegui no máximo 8 horas de autonomia nas mesmas condições acima.

Junto com o Z1 recebemos o carregador portátil (CP-F5) com capacidade de 5000 mAh (vendidos separadamente). Confesso que foi amor à primeira vista. Com ele, consegui usar o smartphone sem medo, pois a carga é muito rápida. E o melhor é que ele pode ser usado para carregar qualquer aparelho que se conecte via porta USB (iPhones inclusive). O único defeito é não possuir um indicativo de nível de bateria, mas mesmo assim consegui dar quase duas cargas completas no Z1 sem precisar recarregá-lo.

Xperia z1 cp-f5

Preço e disponibilidade

O Xperia Z1 pode ser encontrado na cor preta (no exterior também nas cores branco e roxo) na loja online da Sony, em lojas do varejo e lojas de operadoras. O valor sugerido é R$ 2.399,00, mas pode variar de acordo com promoções.

O carregador portátil pode ser encontrado na loja online da Sony por R$ 259,00.

 Sony Xperia Z1 Sony Xperia Z1

Conclusão

O Xperia Z1 é uma excelente opção de smartphone hi-end (top de linha). Apesar de seu preço ser acima dos seus concorrentes Galaxy S4 e LG G2, o belo design aliado a um excelente hardware colocam-no na lista entre um dos principais aparelhos da categoria.

O diferencial da Sony está justamente na resistência e qualidade dos materiais utilizados no aparelho. Se você, como eu, valoriza aparelhos com acabamento premium, o Xperia Z1 foi feito especialmente para atender suas necessidades.

 

Especificações completas:

Xperia Z1 (C6943)
REDES 2G, 3G, 4G/LTE
SIM Micro-SIM
DIMENSÕES 144 x 74 x 8.5 mm
PESO 170g
DURABILIDADE IP55/58, resistente à poeira e água
TELA 5 polegadas TFT LCD, com 16 milhões de cores, Triluminos, X-Reality Engine
PROTEÇÃO Vidro resistente à riscos, película protetora
ARMAZENAMENTO 16GB interno e suporte a microSD até 64GB
MEMÓRIA RAM 2 GB
CONECTIVIDADE Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, Wi-Fi Direct, DLNA, Wi-Fi hotspot, Bluetooth v4.0 com A2DP, ANT+, NFC, entrada microUSB v2.0 (MHL), USB On-the-go
RÁDIO Stereo FM radio com RDS
CÂMERAS Primária: 20.7 MP, autofocus, LED flash, sensor 1/2.3”, geo-tagging, vídeo 1080p@30fps; Secundária: 2 MP, 1080p@30fps
SISTEMA OPERACIONAL Android OS, v4.2 (Jelly Bean)
CHIPSET Qualcomm MSM8974 Snapdragon 800
CPU Quad-core 2.2 GHz, Krait 400
GPU Adreno 330
CORES Preto, Branco (ainda não disponível)
BATERIA Li-Ion 3000 mAh

Rodrigo Gosling é engenheiro de telecomunicações, professor, mestrando e editor do Showmetech. Apaixonado por tecnologia, só troca um bom gadget por um pote de doce de leite.

Comentários

Mais de Android

Dica

Dicas para se preparar para a Black Friday

Computadores

Dicas para se preparar para a Black Friday

Por 27 de junho de 2017
Advertisement

Mais Lidas

Advertisement

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Subir