Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira

REVIEW: The Matrix Awakens é uma peça publicitária certeira

Avatar of carlos alberto jr
Com a proposta de divulgar o novo filme e mostra o poder de fogo do Unreal Engine 5, The Matrix Awakens é uma demo impressionante. Confira!

The Matrix Awakens foi divulgado há alguns dias atrás como a mais nova experiência do universo Matrix nos games. Com a mesma equipe criativa do próximo filme da franquia, Matrix Ressurections, o jogo também se mostra uma prévia do novo motor gráfico da Epic Games, que leva o nome de Unreal Engine 5. O resultado é uma demo impressionantemente realista, mas o cereja do bolo é que The Matrix Awakens, na verdade, trata-se de uma peça publicitária que tem tudo a ver com o universo criado pelas irmãs Wachowski.

O download gratuito do jogo foi anunciado durante a TGA 2021, na madrugada desta sexta-feira (10). Os donos de consoles da nova geração (PS5 e Xbox Series X/S) puderam vislumbrar pela primeira vez o Unreal Engine 5 em ação, enquanto participam de uma grande peça publicitária tanto do filme, quanto do motor gráfico.

Metalinguagem

Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira
Kanu Reeves – ou o Neo – se questionando se ele é mesmo real em monólogo no prólogo (Imagem: The Matrix Awakens/Reprodução)

Matrix é um dos blockbusters mais relacionáveis à metalinguagem no cinema, afinal, a própria Matrix é uma realidade simulada. Sabendo disso, Lana Wachowski brinca com o que é real ou não, desde o prólogo, interpretado por Keanu Reeves. Ele inicia um monólogo questionando quem é o Neo real, ele, a versão de 2021, o que conhecemos no primeiro filme de 1999, o próprio ator ou a versão digital dele em The Matrix Awakens, tudo isso enquanto fala sobre a revolução cultural que a franquia causou no cinema no início dos anos 2000.

Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira
Trinity fala que a situação é irreal (unreal, em inglês), fazendo referência ao motor gráfico (Imagem: The Matrix Awakens/Reprodução)

Depois desse prólogo vamos para uma típica cena de ação de Matrix, em que Neo, Trinity (Carrie-Anne Moss) e uma nova personagem estão em um carro, fugindo do agente Smith. Em meio a perseguição, Trinity diz para Neo que, a pedido do marketing, a demonstração deveria ser mais sexy (conter ação). Neo então, frustrado, reclama da falta de liberdade criativa e compara o marketing — do nosso mundo — com os agente Smith e sai de cena.

Gameplay

A partir daí começamos a controlar a nova personagem, que está passando por uma demonstração, algo muito perecido com o que vemos no primeiro filme, nas primeiras vezes que Neo é conectado à Matrix. Durante a perseguição, começa uma espécie de tutorial de tiros, onde o jogador deve acertar alguns alvos para conter os agentes. A transição do cinemático para a gameplay é quase nula e graficamente impressionante.

Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira
Com ares de tutorial, cena de ação tentamos evitar o ataque dos agente Smith (Imagem: Epic Games/Divulgação)

Após a cena de ação terminar começamos a explorar a cidade em uma gameplay praticamente de mundo aberto. Além de andar pela cidade e buscar por easter eggs sobre o próximo filme, é aqui que o novo motor da Epic é melhor explorado. Com a nova personagem podemos habilitar ou desabilitar todas as camadas de gráficos, mudar a luz, do dia para a noite, dirigir e até mesmo voar.

Os agentes do marketing

É impressionante como essa demo de um motor gráfico conversa com o universo Matrix. Claro, tudo isso é uma grande peça publicitária, mas o jogo sabe disso desde o início, inclusive quebrando a quarta parede — quando o personagem conversa diretamente com o jogador — ao fazer comentários relacionados aos marketeiros da Epic e Warner.

Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira
Ao explorar a cidade fictícia podemos ver o poder de fogo do motor gráfico (Imagem: Epic Games/Divulgação)

Mas os comentários são bem mais do que piscadas para o público “entender a referência”. Eles estão comentando sobre o que é a Matrix, o filme, a realidade simulada e que essa peça publicidade faz todo o sentido de existir exatamente dessa forma.

Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira
Neo andando pela cidade fictícia dentro da Matrix é bem semelhante a nossa experiência nesta demo (Imagem: Warner/Reprodução)

Basta revisitarmos o primeiro filme e notarmos a semelhança dessa demo com a primeira vez que Neo é conectado à Matrix. As conversas de Morpheus com Neo nesse primeiro momento é muito semelhante a um tutorial sobre como agir naquela realidade simulada, algo que foi incorporado anos depois nos cinemas. Percebam que essa semelhança não é mera coincidência, afinal Reaves havia comentado sobre isso no prólogo do jogo.

Transmídia

Review: the matrix awakens é uma peça publicitária certeira
Antologia Animatrix expandiu o universo dos filmes das irmãs Wachowski (Imagem: Warner/Reprodução)

A importância de Matrix para a cultura pop é tanta que a transmídia — convergência de uma narrativa em mídias diferentes — ficou popular após a série de anime Animatix e o jogo Enter the Matrix expandirem o universo dos filmes, em novas narrativas e mídias que eram complementares ao universo que conhecemos no cinema. Se hoje a Marvel impressiona muito ao conectar filmes, com séries live-action e animações, é porque as irmãs Wachowski tiveram a coragem de sacudir a cultura pop no início do século.

Conclusão

É comum reclamarmos de peças publicitárias (trailers que contam demais; spots de TVs, número excessivo de pôsteres) sobre produtos da cultura pop que gostamos, ainda mais em 2021, onde tudo está conectado e The Matrix Awakens é um case muito interessante, não só para os marketeiros de plantão, mas também para todo que gostam de narrativas, seja na TV, cinema ou games. Baixe The Matrix Awakens gratuitamente para seu PS5 e seu Xbox Series X/S.

Veja também

Confira todos os detalhes do trailer anterior e como comprar ingressos para Matrix Ressurections:

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
46
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados