Conecte-se conosco
smt-GooglePay-capa

Aplicativos

Google testa sistema de pagamento móvel Hands Free

Hands Free permite pagamentos sem que o smartphone saia do bolso do usuário. Serviço está em teste em São Francisco, mas deve crescer

smt-GooglePay-P00

Num mundo onde as pessoas estão em constante movimento, a necessidade de soluções que se integrem a este estilo de vida são sempre bem-vindas. Neste contexto, os serviços de pagamento móveis são uma das tendências que vieram pra ficar. De olho nessa demanda, o Google acaba de lançar uma nova maneira de realizar pagamentos via mobile, o Hands Free.

O projeto consiste em conectar o celular a um sistema de ponto de venda, utilizando os sensores do próprio smartphone. Dessa forma, quando o cliente está dentro da loja, seu aparelho (com o aplicativo instalado) é reconhecido pelo sistema POS. O Hands Free usa Bluetooth, Wi-Fi e serviços de geolocalização para detectar se você está perto de uma loja participante, ao contrário de outros serviços que usam obrigatoriamente o NFC.

Para usar o Hands Free, é preciso se cadastrar e baixar o aplicativo disponível para Android (Jelly Bean 4.2 ou superior) ou iPhone (4S ou mais recente). Feito isso, bastará que o consumidor diga ao caixa: “I’ll pay with Google” (“Vou pagar com Google”, em livre tradução) para fazer o pagamento. Antes de finalizar, o funcionário confirmará a identidade do usuário, a partir da foto de perfil registrada no serviço e o nome.

Buscando evitar fraudes as compras serão permitidas apenas quando o telefone estiver próximo à loja. Além disso, o número completo do cartão jamais será compartilhado com o vendedor. Para completar, as notificações serão enviadas instantaneamente, para que o usuário possa checar todas as cobranças no cartão. Aos que aderirem à novidade, o Google dará um desconto de 5 dólares (cerca de 18 reais) na primeira compra.

smt-GooglePay-P1

Por enquanto, o Hands Free está em fase de testes, que ocorrem apenas na cidade de San Francisco, nas lojas do McDonald’s, na rede de pizzarias Papa John’s e restaurantes locais do Vale do Silício. O Google afirma que o projeto nada tem a ver com Android Pay, serviço que já registra média de 1,5 milhões de pagamentos mensais e é aceito em mais de 2 milhões de estabelecimentos.

Seja como for, os números da plataforma de pagamento móvel Android demonstram que se trata de um negócio para encher as mãos de dinheiro. Não há previsão de quando o Hands Free estará disponível no Brasil (mesmo para testes), mas devemos ter mais novidades sobre este e mais projetos da gigante de Montain View em breve, no dia 18 de maio, quando teremos o início da Google I/O 2016.

Jornalista, fã de cinema e curioso de todas as coisas. Sempre atento às informações, escreve sobre ciência, comportamento e as novidades do mundo tecnológico.

Comentários

Mais de Aplicativos

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top