A aventura começa: Mavic Air da DJI chega ao Brasil

IMG 0851
A DJI chega oficialmente ao Brasil trazendo já de cara o seu top de linha, o Mavic Air.
Anúncio
A aventura começa: Mavic Air da DJI chega ao Brasil

Vamos acabar com os drones do Paraguai!”, comentava com empolgação um representante da Golden, distribuidora responsável por trazer oficialmente os drones da marca chinesa DJI ao Brasil, incluindo o novo Mavic Air.

A animação é justificada. Os drones da empresa até podiam ser encontrados no Brasil antes, mas os entusiastas só podiam comprá-los no mercado cinza ou arcando com altas taxas de importação.

Com a chegada oficial da empresa por aqui, não é apenas nos preços que os consumidores vão sair ganhando. Os drones DJI agora vêm com manual em português, certificação da Anatel, plug com selo do Inmetro, garantia e assistência técnica autorizada.

A Golden e a DJI receberam a imprensa paulistana para um evento de lançamento na manhã do dia 2 de março e a empolgação do nosso amigo parecia se refletir em todos que estavam trabalhando no evento.

Ela mora na China, mas é brasileira

A apresentação foi comandada por Raíssa, do departamento de marketing da DJI. “Ela mora na China, mas é brasileira”, contou em tom jocoso o CEO da Golden, Davi Saadia, ao apresentá-la.

A parceria da Golden com a DJI começou em setembro de 2017 e este foi o primeiro evento que eles fizeram para a imprensa brasileira, então as festividades começaram com uma rápida apresentação da linha de drones da DJI.

Drones da DJI
A linha de drones da DJI.

O primeiro deles foi o simpático Spark, que é controlado com gestos de mãos. Mais interessante é o Phantom 4 Pro, drone inteligente que desvia de obstáculos automaticamente. Por fim, apresentaram o Mavic Pro, o primeiro a trazer uma câmera que filma em 4K.

No entanto, o foco do evento foi a menina dos olhos da DJI, um drone que combina todas estas qualidades em um só produto.

Mavic Air

O Mavic Air é o top de linha da DJI e traz tudo que se espera de um drone. Ele é inteligente, potente e portátil. Bem portátil. Quando dobrado, ele fica quase do tamanho de um smartphone.

Ele tem metade do tamanho do Mavic Pro, por exemplo. O controle é igualmente compacto, com joysticks destacáveis que podem ser armazenadas dentro do próprio controle.

Mavic Air
A Raíssa e sua menina dos olhos, o Mavic Air.

Com um alcance de até quatro quilômetros do controle remoto, sua potente câmera filma a 4K e 30 FPS ou então faz vídeos em câmera lenta a Full HD e 120 FPS. Ele faz também impressionantes fotos esféricas de 32 megapixels e tem suporte a HDR em fotos. Sua memória interna é de 8 GB, mas é expansível com cartões SD. A autonomia de voo é de 21 minutos.

Ele também mantém o recurso mais popular e tradicional da DJI, o ActiveTrack, no qual você escolhe um ponto em movimento e ele segue automaticamente. Perfeito se você quiser fazer vídeos impressionantes de suas aventuras em esportes radicais ou simplesmente se filmar pulando na cama.

Não poderia faltar o APAS (Advanced Pilot Assistant System) que em bom português, significa que o drone desvia de obstáculos, então você não precisa se preocupar em bater seu brinquedo novo em uma pedra.

No modo Sport, o Mavic Air é capaz de chegar a 68 km/h, e decola a até 5 mil metros de altura acima do nível do mar.

Eu quero! Quanto custa?

Um top de linha nunca sai barato e o mesmo pode ser dito do Mavic Air. Ele chega ao Brasil a R$ 4.199,00 em sua versão padrão e a dolorosos R$ 5.199,00 em sua versão Fly More Combo, com acessórios adicionais, incluindo três baterias.

Como efeito de comparação, na Amazon gringa a versão mais simples sai a USD 799 enquanto a Fly More Combo custa USD 999. Estamos habituados aos preços brasileiros serem calculados naquela velha continha do “preço em Dólar X 10 = preço em Real”, então é perceptível que nossos amigos da Golden estão se esforçando em, como eles mesmos dizem “acabar com os drones do Paraguai”.

É inegável que ainda assim é um dinheirão, mas o melhor sempre sai caro. O Mavic Air estará disponível no Brasil na segunda quinzena de março, em três cores (vermelho, preto e branco). E aí, vai levar quantos?

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter